ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Passaporte de cunhado de Giroto chega e ele é solto do Centro de Triagem

João Humberto | 09/07/2016 18:15
Giroto e o cunhado Flávio foram presos na quinta-feira. (Foto: Marco Miatelo/Diário Digital)
Giroto e o cunhado Flávio foram presos na quinta-feira. (Foto: Marco Miatelo/Diário Digital)

Nesta tarde, por volta das 15h30, o empresário Flávio Henrique Garcia Scrocchio, cunhado do ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto, foi solto do Centro de Triagem de Campo Grande, após apresentar passaporte que veio de Tanabi (SP). Na madrugada de hoje, Giroto e o empresário João Amorim já haviam deixado o local.

A decisão que colocou o trio em liberdade exigiu entrega de passaporte e que ausência da comarca de Campo Grande superior a sete dias seja comunicada à Justiça. Conforme o diretor-presidente da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Ailton Stropa, só faltava o passaporte de Flávio chegar para que ele fosse liberado.

Giroto e Amorim foram alvos da terceira fase da operação Lama Asfáltica, batizada de Aviões de Lama, realizada nesta semana pela PF (Polícia Federal), Receita Federal e CGU (Controladoria-Geral da União). Flávio também foi preso.

A liminar para que fossem soltos foi concedida pelo desembargador do TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), Maurício Kato.

Desvio – A operação Lama Asfáltica aponta desvio de R$ 44 milhões em recurso público e que foi formada uma rede de “laranjas”, composta por familiares e terceiros, para lavagem do dinheiro de origem ilícita. Os valores foram transformados principalmente em fazendas, que totalizam 67 mil hectares espalhados por Mato Grosso do Sul.

Nos siga no Google Notícias