A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

14/05/2014 16:39

Pela 1ª vez, escolas municipais vão fazer eleição para escolher diretores

Lidiane Kober
Em abril de 2015, escolas municipais deverão realizar eleição para escolher diretores (Foto: Marcelo Vitor)Em abril de 2015, escolas municipais deverão realizar eleição para escolher diretores (Foto: Marcelo Vitor)

Pela primeira vez na história de Campo Grande, as 96 escolas municipais e os 99 Ceinfs (Centros de Educação Infantil) vão realizar eleição direta para escolher os diretores. O plano da Semed (Secretaria Municipal de Educação) é definir com a categoria as regras do processo no segundo semestre deste ano para, em abril de 2015, promover a votação.

“Para não coincidir com as eleições a presidente, governador, senador, deputado federal e estadual, não vamos realizar o pleito esse ano e planejamos o processo para abril de 2015”, anunciou a secretária de Educação, Ângela Brito.

A previsão da realização do processo direto de escolha ficou evidenciada em resolução, publicada ontem (13), no dia Diário Oficial do Município. No artigo 9º, a Semed frisa que “os servidores nomeados como diretor escolar, diretor adjunto e diretor de centro de educação infantil deverão ficar cientes que os critérios apresentados, vigorarão até a data de efetivação da Política de Gestão Democrática”.

A resolução foi publicada para nortear as regras de escolha dos diretores, já que as normas anteriores perderam a validade. “Não tinha nada em vigor e era necessária a publicação”, explicou o presidente da ACP (Associação Campo-grandense dos Profissionais da Educação), Geraldo Alves Gonçalves.

Tamanha a certeza da eleição, que ele já encaminhou um ofício para informar as 96 escolas municipais que, em 2015, terá eleição dos diretores. “Há mais de 10 anos, a categoria espera por isso. Nas eleições de 2012, os candidatos a prefeito prometerem tornar o pleito realidade e o prefeito Gilmar Olarte (PP) manteve o compromisso”, destacou.

Resolução – Sobre a resolução publicada ontem, Geraldo informou que a categoria diagnosticou alguns erros técnicos e também busca mudanças no conteúdo. “A Semed se comprometeu em atender nossos pleitos e vamos encaminhar ofício com as sugestões para efetivar as alterações”, comentou.

Uma das propostas é excluir a exigência para o diretor ter pós-graduação. “Isso seleciona demais”, justificou o presidente da ACP. Ele, porém, admitiu que as regras, na verdade, foram publicadas diante da perda da validade das antigas. “Há um compromisso da Semed não trocar diretor nesta altura do campeonato. As mudanças devem ficar para o ano que vem”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions