A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/07/2015 07:50

PF faz mega operação em construtora, casa de empresário e secretaria

Aline dos Santos e Luana Rodrigues
Secretaria de Obras foi fechada hoje pela Polícia Federal. (Foto: Marcos Ermínio)Secretaria de Obras foi fechada hoje pela Polícia Federal. (Foto: Marcos Ermínio)
PF foi nesta quinta-feira à empresa Proteco, na avenida Ministro João Arinos. (Foto: Marcos Ermínio)PF foi nesta quinta-feira à empresa Proteco, na avenida Ministro João Arinos. (Foto: Marcos Ermínio)

A PF (Polícia Federal) realiza operação em Campo Grande nesta quinta-feira. Na avenida Ministro João Arinos, duas viaturas estão na empresa Proteco Construtora Ltda, do empresário João Alberto Krampe Amorim. No Parque do Poderes, equipes da polícia estão na Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura), responsável pela execução de obras. Os servidores foram dispensados. Policiais federais também estão na casa do empresário na Vila dos Vendas. 

De acordo com a assessoria de imprensa da PF, as equipes realizam “trabalhos” na cidade. Contudo, os dados da operação só serão divulgados quando todas as equipes retornarem à superintendência da Polícia Federal.

A Proteco executa principalmente obras de pavimentação, com muitos contratos milionários firmados com o governo do Estado e da Prefeitura, além do Aquário do Pantanal e ações de tapa-buraco.

No começo do mês, o MPE (Ministério Público Estadual) abriu investigação sobre a Proteco e e outras empresas de consultoria vencedoras de licitação que mantinham funcionários dentro da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) na gestão do ex-governador André Puccinelli (PMDB). A permanência de terceiros na repartição pública era garantida por meio de cláusulas contratuais.

A reportagem tentou contato com o empresário João Alberto Krampe Amorim, mas ele não atendeu a ligação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions