A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

06/03/2013 07:29

PM fará 12h de ronda por dia para evitar baderna perto do aeroporto

Francisco Júnior
Veículo ficou destruído. (Foto: Pedro Peralta)Veículo ficou destruído. (Foto: Pedro Peralta)

Policiais do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar) iniciaram policiamento ostensivo, em frente ao Aeroporto Internacional de Campo Grande, onde no fim semana um grupo de 10 pessoas ateou fogo em um veículo em baderna generalizada no local.

Sete policiais em uma viatura e quatro motos ficaram ontem no espaço das 18h30 até às 6 horas desta quarta-feira (6). A ação será realizada todos os dias e não tem previsão para término. A ordem para a permanência dos policiais no local é do Comando Geral da Polícia Militar.

De acordo com a Polícia, da noite de terça-feira até a madrugada de hoje nenhuma ocorrência foi registrada durante a permanência dos PMs no mirante.

O delegado responsável por investigar a confusão no local, Valmir de Moura Fé, da 6ª Delegacia, informou que identificou os veículos que deram fuga as pessoas que participaram da baderna. A Polícia já a placa dos automóveis e por elas pretende chegar ao envolvidos.

O dono do carro incendiado no local, Roger Luiz Lopes Figueiredo, de 20 anos, prestou depoimento e contou que havia saído de uma festa e foi com um amigo de 17 anos para o mirante. Lá, o som do carro foi ligado em volume alto. Foi aí que a confusão começou. Na versão dele, como a aparelhagem de som era potente e ele e o amigo não são da região, quem estava lá se sentiu incomodado. Cerca de 10 pessoas passaram a olhar feio para os amigos, Roger foi agredido, revidou e a briga começou.

Em desvantagem, os dois amigos relataram à Polícia que saíram correndo, atravessaram a Duque de Caxias e se esconderam em um matagal do outro lado da rua. De longe, eles viram o veículo sendo depenado. Os agressores retiraram o aparelho de som, bateria, estepe e uma roda. Depois, viraram o Gol de cabeça para baixo. Segundo testemunhas, uma equipe da Polícia Militar chegou a aparecer no local quando o carro ainda estava tombado, mas ao virarem as costas, o grupo colocou fogo no veículo.

 



Quando eu acho que li de tudo...então quer dizer que os jovens não devem ser responsabilizados pelos crimes que cometeram por que não tem onde se divertir? Nunca ouviram falar em livros, escutar música, ir à museus, assistir peças de teatro, conviver com amigos e familiares, visitar parques, bibliotecas, cinema...? Sim, há coisas que são pagas e algumas custam bem caro, mas não é interessante que dinheiro para bebida [entre outras drogas] nunca falta?
Famílias desestruturadas e escolas sobrecarregadas com funções além das suas ajudam a explicar este tipo de situação lastimável.
Mas como diz o ditado, quem quer faz, quem não quer, inventa desculpa.
 
Andreia Ferreira em 07/03/2013 11:03:16
Nao ha do que culpar os jovens. Campo Grande é a capital da monotomia, uma cidade cara, com baladas absurdamentes caras, onde nao se tem nada para fazer.O principal culpado e o poder publico que nao cria um espaço apropriado para isso e nao oferece segurança.
 
sergio Felga em 07/03/2013 08:39:57
Espero que essas doze horas sejam das 18:00 às 06:00h, porque se for de dia, não adianta nada.DUUUVIDO que dure mais de uma semana. O policiamento em frente a Anhanguera da av. Fernando Corrêa não existe, a PM do trânsito não passa por aqui faz mais de ano, para ver a bagunça da rua Centenário,gritos, motos,arruaça e os "amarelinhos " da prefeitura, só sabem multar e de diaaaa! À noite, Campo Grande é terra de ninguém, cada um se vira como pode, armado ou não, afinal cadê a segurança do cidadão? O gato comeu...e dê-lhe impostos, dê-lhe impostos...!
 
arnobio luiz em 06/03/2013 19:17:38
até que enfim uma medida corretiva,tinha que ser instalado um posto policial nas proximidades da região...afinal quem mora ali nao tem sossego nenhum ...é uma vergonha e a prefeitura nao deve criar nenhum espaço para diversão pois afinal eles nao sebem se divertir .....quantos tragédias precisou acontecer para que eles acabacem com aquela palhaçada nos autos da avenida Afonso Pena,,conseguirão amenizar lá ..ai eles acharão o aeroporto para fazer baderna.
 
Flavio Prazeres em 06/03/2013 19:02:26
Se por um lado nossa capital não oferece muitas opções de lazer, os jovens não sabem aproveitar as poucas que existem sem depredar o patrimônio público e de outrem. Por isso sou contra a diminuição da idade penal e a imputação de crime independente da idade. Quanto à Av. Afonso Pena, o que já virou tradição é difícil por fim, pois quem mora aqui há bastante tempo sabe que os poucos que tinham automóvel passeavam pela avenida no fim de tarde.
 
Rodrigo Alberto em 06/03/2013 18:54:10
Vale ressaltar ainda que não culpo esses jovens por se aglomerarem ali, afinal. o que há para fazer em Campo Grande quando se é jovem e não se tem dinheiro? Cabe a prefeitura criar espaços para que esses jovens possam se entreter de forma segura e barata, a prefeitura terá que gastar, mas toda a sociedade será beneficiada. O que não da pra fazer é ficar criticando jovens de 20 anos por usarem os únicos meios de entretenimento disponível, vocês queriam o que? Que os jovens passem a semana toda trabalhando/estudando e que fiquem o final de semana assistindo Faustão?
 
Luis Pontes em 06/03/2013 17:35:45
Tudo quanto é coisa só sobra para a polícia militar.Depois o pessoal reclama que não tem polícia na rua pois além do efetivo ser reduzido, reclamam quando a Pm demora para atender as ligações do 190.Não tem como estar em vários lugares ao mesmo tempo.Estes sim são os verdadeiros guerreiros.
 
moacir torres em 06/03/2013 17:34:01
Ontem passei pelo local as 18:40 e vi uma viatura e quatro motos da policia junto a vários policiais. Achei a ação um pouco exagerada, pois é de conhecimento de todos aqui do bairro que de segunda a quinta não há problemas naquela área, uma unica viatura policial daria conta tranquilamente do serviço, enquanto os outros policiais poderiam estar atendendo outros locais e chamados mais importantes (Orla Morena, Orla Ferroviária, praças, etc). No fim de semana também não precisa desse contingente todo, pois basta uma viatura estar no local desde o começo da noite que ninguém para ali, os baderneiros vão pra outro canto...
 
Luis Pontes em 06/03/2013 17:24:01
Até que enfim, uma decisão correta!
 
Renata Maia em 06/03/2013 14:48:20
Nas noites de quinta-feira,ficam chegando grupos, com roupas e comportamentos bem extravagantes na FEIRA DO JARDIM PETROPOLIS, ela fica em frente ao AEROPORTO, e, depois de horas,saem,e seguem fazendo bagunça frente as várias residencias rumo ao mirante.
 
rosa flores em 06/03/2013 14:30:02
Concordo com o Sr. Claudinei quando diz que a PM não tem que ficar de babá de baderneiros mas, infelizmente, tudo sobra para ela. Onde está a prefeitura que não cobra dos responsáveis o fechamento do terreno onde os veículos ficam estacionados, ocorre a maior parte da bagunça e fica toda a sujeira? E onde está a Guarda Municipal que foi criada para o "policiamento" em áreas como esta? Não tem que ficar VTR cuidando nada! O que tem que fazer é deixar os baderneiros e desocupados começarem a farra e aí sim chegar e fechar tudo. Fazer como nos ótimos tempos do Cap. Felipe: levar todos os veículos e motos com qualquer tipo de irregularidade para o DETRAN, apreender som e encaminhar todos para a DP. Bêbado, arruaceiro, "menor", vai tudo para o paredão. Queria ver se não dava jeito.....
 
Gladis Caramalac em 06/03/2013 14:29:06
Por acaso alguém sabe se está sendo cumprida, e se alguém ja foi detido ou notificado baseado na Lei Complementar n.189, de 19 de dezembro de 2011? Não vejo a polícia militar utilizá-la, ficou só no papel?

Art.1º Fica vedado o consumo de bebidas alcoólicas por aglomerados de pessoas em vias, prédios e praças públicas, dentro do perímetro dos postos de serviço e de abastecimento de veículos, área externa das conveniências, salvo eventos que tenham autorização do Orgão Competente para sua realização e os estabelecimentos regulamentados pela Lei Complementar Municipal n.136 de 1º de junho de 2009.

Se esta lei está sendo cumprida pelos orgãos competentes eu só acredito vendo as provas das estatísticas divulgadas.
 
Fabiano Cardoso em 06/03/2013 13:07:30
Bom dia a todos!

Não tem outro culpado a não ser os administradores da cidade, é fato que lugares como este não foram construidos para o cidadão de bem, quem paga seus impostos, e sim para a galera da maconha. Só nã vê quem não quer, Orla Morena/Altos da Afonso Pena, praças e este mirante mesmo são lugares que infelizmente não podem ter a presença de pessoas idôneas à noite e finais de semana. Pior ainda é que a policia avisa quando fará a ronda, tem é que aparecer do nada e levar estes baderneiros para a cadeia.
 
Waldomiro de Oliveira Carvalho em 06/03/2013 10:24:20
dia de semana não precisa quero ver a policia no final de semana sabado de madrugada e domingo que o bixo pega .
 
Agnaldo Lima em 06/03/2013 09:14:32
É O FIM DA PICADA A PM EM VEZ DE ATENDER A POPULAÇÃO VAI FICAR DE BABA DE BADERNEIROS
 
claudinei braz em 06/03/2013 09:09:34
Precisou um carro pegar fogo pra PM tomar essa atitude.Não faz mais do que a sua obrigação com trabalho preventivo.Por enquanto vai inibir os malandros e baderneiros que estavam se alastrando no local.
 
samuel gomes campo grande em 06/03/2013 08:29:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions