ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 29º

Capital

PM que matou empresário no Procon diz ter lapsos de memória sobre dia do crime

A conciliadora que estava na sala na hora do assassinato também deveria ser ouvida, mas não compareceu

Ana Beatriz Rodrigues | 25/08/2023 16:44
José Roberto de Souza, de 53 anos, durante a primeira audiência (Foto: Alex Machado)
José Roberto de Souza, de 53 anos, durante a primeira audiência (Foto: Alex Machado)

Durou quase duas horas o depoimento de José Roberto de Souza, policial militar da reserva acusado de matar o empresário Antônio Caetano de Carvalho, de 67 anos, durante uma audiência no Procon em fevereiro deste ano. Nesta sexta-feira (25), aconteceu a segunda audiência do caso.

José Roberto respondeu todas as perguntas feitas pelo juiz Aluízio Pereira dos Santos. O militar disse ter sofrido discriminação racial por parte de Caetano, mas segundo ele, isso aconteceu após o pagamento do primeiro serviço feito pelo empresário em um veículo do policial.

O militar também disse não lembrar de tudo que aconteceu naquela manhã. Relata que se levantou duas vezes porque queria ir embora e Caetano o mandava sentar. “Eu não queria ter ido nessa segunda audiência, cheguei atrasado porque para mim não íamos chegar a lugar nenhum, não ia ter acordo entre mim e aquele homem”, contou.

“A única coisa que lembro é que disparei quando ele me ofendeu, falou da minha cor e da minha honra, para o senhor ter uma ideia, ele até disse do meu dinheiro, falou que era um dinheiro preto”, disse o policial.

Além do réu, foi intimada para ser ouvida hoje a conciliadora do Procon que estava na sala na hora do assassinato, mas a mulher não compareceu. Na primeira vez, ela alegou estar doente e, hoje, as justificativas não foram apresentadas. Segundo a defesa, ela é uma peça-chave para o caso “pois iria contar certinho o que aconteceu naquele dia”, disse José da Rosa, advogado do PM.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias