A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/02/2013 10:28

PM recolhe assinaturas para campanha “Reaja MS” na 14 de Julho

Paula Maciulevicius e Mariana Lopes
Daniel aderiu à campanha e assinou o documento (Fotos: Rodrigo Pazinato)Daniel aderiu à campanha e assinou o documento (Fotos: Rodrigo Pazinato)

Policiais Militares estão desde o início da manhã de hoje recolhendo assinaturas para a campanha “Reaja MS”, na esquina da avenida Afonso Pena com a rua 14 de Julho, Centro de Campo Grande.

A Campanha lançada no Estado em janeiro é um projeto para aumentar a pena dos crimes cometidos contra servidores da segurança pública, como policiais federais, rodoviários federais, civis, militares, bombeiros e guardas municipais, Poder Judiciário, Ministério Público e agentes do Sistema Penitenciário no exercício de suas funções. A medida também vale quando o crime for praticado contra cônjuge, parentes, irmão, tio ou sobrinho na intenção de intimidar o servidor.

Os postos de coleta de assinaturas estão nas regiões do 1°, 9° e 10° Batalhão da Polícia Militar. Nesta manhã, a tenente Fabrícia Flores era quem conduzia a ação. Ela explicou que além da abordagem, 12 policiais militares estavam entregando panfletos para a divulgação da campanha e orientar a população.

“Eles estão recebendo denúncia de crimes que acontecem em outras áreas. É uma forma de tornar a população mais próxima desse trabalho comunitário da Polícia”, afirma.

Além da campanha, os policiais estão aproveitando também para fazer abordagens aos motoristas e motociclistas quanto às documentações.

O operador de máquinas, Daniel Monteiro, 28 anos, foi um dos que aderiu a campanha, sustentando que as leis têm de ser cumpridas da maneira certa. “Tem que ter leis mais rígidas, pois se o cara fez uma vez, ele vai voltar a fazer e tem que pagar pelo que ele fez”, comentou.

A ação vai continuar ao longo de todo o dia na região central da cidade.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions