A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

18/02/2015 08:50

PM recupera 11 celulares, notebook e câmeras trocados por drogas

Polícia Militar fecha boca de fumo e prende três suspeitos

Renan Nucci
Delegado apresenta parte dos materiais apreendidos durante ação da PM no combate ao tráfico. (Foto: Marcelo Calazans)Delegado apresenta parte dos materiais apreendidos durante ação da PM no combate ao tráfico. (Foto: Marcelo Calazans)

O Serviço Reservado do 1° Batalhão da Polícia Militar fechou, na noite de ontem (17), em Campo Grande, boca de fumo que funcionava no Jardim Centenário, apreendendo 11 telefones celulares e outros objetos utilizados como moeda de troca por drogas, tais como câmeras digitais e um notebook. Três traficantes foram detidos na ação; dois deles eram irmãos.

Segundo o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, Hoffman D'Ávila Cândido e Souza, os policiais receberam a denúncia de que uma casa da região seria usada como ponto de distribuição de entorpecentes, e passou a monitorar o local, bem como os moradores e os frequentadores.

Ontem por volta das 20h40, Maguino Damurie Santos Sampaio, 28 anos, e os irmãos Max Lopes de Oliveira, 25, e William Henrique Lopes de Oliveira, 18, foram abordados no cruzamento da Rua Caxiuana com a Moçambique. Maguino portava 33 porções de pasta base de cocaína e R$ 473 em notas de pequeno valor.

Durante entrevista, William disse que vivia com o irmão nas proximidades, na Travessa Morenão. Na residência deles havia dois tabletes de maconha, duas grandes porções de cocaína, R$ 90 em espécie e R$ 47,50 em moedas, além de uma balança de precisão e plásticos usados na embalagem das drogas. Os policiais encontraram também uma carteira com documentos de terceiros, os 11 celulares, um relógio de pulso, três caixas de som, dois DVDs, duas câmeras digitais, um notebook e uma mala.

“Se alguma vítima reconhecer seu objeto subtraído, basta procurar a delegacia que faremos a devolução, desde que haja comprovante legítimo de posse”, disse o delegado, lembrando que, com a apreensão, a polícia causa prejuízo ao tráfico e inibe casos de roubos e pequenos furtos. “Estes crimes são motivados pelo tráfico. Quanto menos droga houver em circulação, menor será o número destes casos, já que os usuários são responsáveis por boa parcela destes casos”, completou.

Os três autores foram levados para a Depac Piratininga e autuados em flagrante por tráfico, associação ao tráfico e receptação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions