ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  09    CAMPO GRANDE 13º

Capital

Polícia Civil identifica veículo que matou Wildislaine

A partir dos dados, investigação mira descobrir quem conduzia o automóvel no dia do incidente

Por Karine Alencar | 24/06/2022 18:10

Wildislaine Andrade Galvão tinha 29 anos (Foto: Arquivo pessoal)
Wildislaine Andrade Galvão tinha 29 anos (Foto: Arquivo pessoal)

Equipes de investigações da 5ª Delegacia de Polícia Civil identificaram o veículo que causou o acidente de Wildislaine Andrade Galvão, de 29 anos. A colisão aconteceu no último sábado (18) na Avenida Thyrson de Almeida, bairro Guanandi 2, região sul de Campo Grande.

A jovem foi atropelada por um VW Gol de cor branca, mas até então não haviam informações concretas sobre os dados do veículo. A partir de análises feitas através de câmeras de segurança da região, as autoridades puderam identificar o possível condutor.

Conforme o delegado Rodolfo Daltro, o próximo passo agora é descobrir quem realmente estava ao volante no dia do incidente. Está sendo apurado ainda, "quem é, formalmente, o atual proprietário do carro", segundo informou Daltro. Após ser identificado, o responsável será convocado para prestar depoimento.

Caso - De acordo com o boletim de ocorrência, Wildislaine seguia sentido Centro pela avenida em uma moto Honda CG azul, quando um pouco antes do cruzamento com a Rua do Piano foi atingida na traseira pelo Gol.

Testemunhas contaram que o carro estava na faixa do meio, em alta velocidade, e teria perdido o controle ao fazer a curva. Também disseram que estavam dentro do carro um homem e uma mulher, mas não conseguiram identificar quem estava ao volante.

Também havia uma criança no veículo. O condutor fugiu do local em alta velocidade. O marido de Wildislaine contou à polícia que ela havia saído dez minutos antes de casa e tinha como destino a loja de uma amiga.

Nos siga no Google Notícias