A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/06/2014 23:20

Polícia continua com buscas a envolvidos na morte de PM

Alan Diógenes
Veículo em que policial estava foi cercado duas motocicletas com autores dos disparos. (Foto: Cleber Gellio) Veículo em que policial estava foi cercado duas motocicletas com autores dos disparos. (Foto: Cleber Gellio)

Mesmo com o efetivo do Batalhão de Choque, da Polícia Militar, da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e até um helicóptero fazendo diligências pelos bairros da Capital, as equipes não conseguiram localizar os envolvidos na morte do policial militar Rony Mayckon Varoni de Moura Silva, de 28 anos. O crime aconteceu na tarde desta terça-feira (3) na rotatória da BR-262 com o anel rodoviário, na saída para Aquidauana.

De acordo com o delegado da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), Fábio Peró, que está cuidando do caso, os policiais irão continuar fazendo as buscas aos envolvidos durante a madrugada de quarta-feira (4). Ele explicou também que todas as buscas feitas partiram de denúncias ao Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança), mas as investigações devem seguir a partir do depoimento de uma testemunha que viu toda a ação dos bandidos.

Nas buscas, os policiais encontram três adolescentes de 13, 16 e 17 anos, que estavam em uma bicicleta e uma motocicleta. Como a moto era roubada, os três tentaram fugir em um matagal às margens da BR-262, mas foram apreendidos. Eles podem ter envolvimento com o caso.

Rony dirigia a Saveiro, placas HSG-4208, e um cabo da Polícia Militar estava como passageiro no carro. Eles foram cercados por duas motocicletas ocupadas por quatro homens na rotatória da BR-262. Eles mataram o policial a tiros para roubar, segundo as primeiras informações. O cabo não ficou ferido durante a ação dos bandidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions