A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

26/12/2014 13:54

Polícia investiga imagens da rodoviária em busca de adolescente desaparecida

Luciana Brazil
Menina desapareceu na segunda-feira, 22. (Foto: Reprodução)Menina desapareceu na segunda-feira, 22. (Foto: Reprodução)

Em busca de pistas sobre a adolescente Karina de Souza Lima, 13 anos, que desapareceu na segunda-feira (22), em Campo Grande, a Polícia Civil solicitou imagens das câmeras de segurança do Terminal Rodoviário da Capital. A família acredita que a jovem tenha fugido com um homem de Goiânia e esteja sofrendo exploração sexual.

As imagens das áreas de embarque já estão sendo analisadas pelo polícia, como disse ao Campo Grande News a irmã da adolescente, Priscila Alves de Souza Amorim, 24 anos. "Eles (polícia) buscaram hoje de amanhã as imagens das câmeras", disse.

A intenção é descartar a hipótese de que Karina tenha fugido utilizando o transporte coletivo. O caso está sendo investigado pela 5° Delegacia de Polícia, no bairro Piratininga.

A polícia já sabe que, antes de desaparecer, Karina ligou para um ponto de moto-táxi, próximo de casa, e em um número de Goiânia. A menina mantinha contato pela internet com um homem, um suposto hacker. A família acredita que a adolescente tenha fugido para encontrar esse rapaz.

O pai da jovem, Geralmir Carlos de Souza, 62 anos, disse que a filha deve ter sido iludida por exploradores e corre risco de vida. Karina morava com o pai e a madrasta e não tinha problemas de relacionamento e era uma ótima aluna, segundo familiares. Amigas da adolescente contaram à família que o “amigo” da internet convidou Karina para morar com ele.

Desaparecimento- Na segunda-feira (22), Karina saiu de casa, no bairro Jardim Colibri, acompanhada do irmão de 9 anos, para avisar alguns amigos sobre uma reunião religiosa que aconteceria na véspera de Natal. No meio do caminho, ela pediu que o irmão voltasse para casa e disse que se encontraria com uma pessoa e que o menino não deveria contar aos pais. A partir daí, ela não foi mais vista.

O dono de um comércio, que fica próximo à casa de Karina, observou que o condutor de um veículo que circulava pela região, diariamente, se encontrava com Karina, sempre no mesmo horário.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions