A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

12/03/2014 23:38

Polícia Militar arma esquema para evitar confronto entre manifestantes na Câmara

Mariana Lopes e Zana Zaidan

Antes mesmo de o julgamento do prefeito de Campo Grande acabar, a Polícia Militar está posicionada dentro e fora da Câmara dos Vereadores para evitar confronto entre manifestantes contra e a favor de Alcides Bernal (PP).

De acordo com o comandante da operação, major Polet, os policiais militares armaram um corredor no plenário até a porta da Câmara.

A polícia combinou previamente com os manifestantes contra o Bernal para que eles saiam do prédio antes da votação terminar e garantiu escolta para evitar confronto com os pró-Bernal.

A Tropa de Choque da PM está posicionada em frente Câmara com escudos e armas posicionadas. São 60 homens que atuam na ação preventiva durante o julgamento que pode cassar o prefeito Alcides Bernal.

Dentro da Câmara, os ânimos estão alterados e há muitos gritos dos manifestantes. Uma corrente de policiais separa os grupos dos que estão contra e a favor do prefeito.

Do lado de fora do prédio, aproximadamente 100 manifestantes se mobilizam e ameaçam invadir a Casa de Leis, enquanto algumas pessoas tentam sair do plenário.

Ao coro de “os 270 mil votos do prefeito não podem ser reduzido a 29”, manifestantes causam tumulto em frente à Câmara Municipal de Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions