A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 11 de Dezembro de 2018

25/09/2015 08:58

Policial pede a vizinhos que abaixem som e acaba ameaçado e perseguido

Luana Rodrigues
 Hoffman D'ávila, planonista da Depac(Delegacia de Pronto atendimento Comunitário). (Foto: Marcos Ermínio) Hoffman D'ávila, planonista da Depac(Delegacia de Pronto atendimento Comunitário). (Foto: Marcos Ermínio)

Um policial civil precisou chamar reforço para conter vizinhos que estavam com som alto e ingerindo bebida alcoólica próximo a casa dele, porvolta das 3h da madrugada desta sexta-feira(25), no jardim das Mansões, Campo Grande. O policial ficou incomodado com o volume da música, em horário inoportuno, então pediu para que os vizinhos abaixassem, momento em que foi ameaçado e para conter a confusão disparou um tiro para o chão e chamou a Polícia Militar.

Conforme informações do delegado Hoffman D'ávila, planonista da Depac(Delegacia de Pronto atendimento Comunitário), o policial estava dormindo com a esposa em casa, quando acordou devido a altura do volume do aparelho. Ele se levantou e foi até a casa dos vizinhos para pedir que abaixassem o volume, já que sua esposa está grávida e ele trabalha de manhã, portanto os dois precisavam descansar.

Segundo o delegado, os homens estavam embriagados e passaram a xingar e ameaçar o policial. Em seguida, os quatro teriam ido em direção a ele, como se fossem agredi-lo, nesse momento o policial sacou a arma, atirou para o chão e correu para casa, de onde chamou reforço da PM.

D'ávila conta que quando os militares chegaram ao local também foram ameaçados, mas conseguiram prender Ismar da Silva Almeida de 23 anos, Nilson Batista Roudoura,47, e apreender dois adolescentes de 16 anos. 

Os quatro foram encaminhados para a Depac(Delegacia de Pronto atendimento Comunitário) do bairro Piratininga. Os dois homens foram autuados em flagrante por corrupção e fornecimento de bebida alcoólica para menores, ameaça, perturbação de sossego e resistência. Já os adolescentes assinaram um auto de infração pelos dois últimos crimes.

 

PM nega tiro durante abordagem de estelionatários presos no Centro
A Polícia Militar informou que não foi efetuado nenhum disparo de arma de fogo durante a abordagem de um dos suspeitos de tentar praticar um golpe na...
Centro tem perseguição, tiro e prisão de estelionatários
Duas pessoas foram presas na tarde desta terça-feira (11) no Cartório Donini do 2º Ofício, na 15 de Novembro, suspeitas de estelionato. Houve persegu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions