A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

29/05/2018 18:14

Prefeitura prorroga campanha de vacinação contra gripe por mais 15 dias

Até o dia 24 de maio 145.487 pessoas de todos os grupos foram imunizadas, conforme balanço da Secretaria Municipal de Saúde

Gabriel Neris
Crianças estão entre o público alvo de imunização contra a gripe (Foto: Paulo Francis/Arquivo)Crianças estão entre o público alvo de imunização contra a gripe (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande prorrogou por mais 15 dias a campanha de vacinação contra a gripe. A mobilização terminaria na próxima sexta-feira (1º), mas seguindo orientação do Ministério da Saúde, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) manterá o serviço até o dia 15 de junho.

Conforme balanço da Sesau, até o dia 24 de maio 145.487 pessoas de todos os grupos foram imunizadas. O número representa 74,58% da meta, que é atingir 197 mil pessoas em Campo Grande.

A vacina está disponível nas 66 UBS (Unidades Básicas de Saúde) e UBSF (Unidades de Saúde da Família), das 7h15 às 11h e das 13h às 16h45. Durante o feriado de Corpus Christi, na quinta-feira, quatro unidades devem vacinar sem intervalo para o almoço e funcionando em regime de plantão: CRS (Centros Regionais de Saúde) do Coophavila, Nova Bahia, Aero Rancho e Tiradentes.

Devem receber a vacina pessoas a partir dos 60 anos, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, os trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estejam sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade, os funcionários do sistema prisional e estagiários da área da saúde.

Todos os indivíduos do grupo de risco devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande, documento pessoal de identificação e a caderneta de vacinação (caso tenha).

Além dos documentos exigidos para todos os doentes crônicos, devem apresentar laudo médico ou atestado da doença, podendo ser aceita cópia do receituário médico recente, as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; profissionais de saúde: a carteira de conselho ou holerite; os indígenas: cadastro na Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions