A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

10/08/2017 09:00

Prefeitura prorroga contrato com a Santa Casa até 30 de setembro

Governo do Estado, Prefeitura de Campo Grande e diretoria do hospital negociam um novo convênio definitivo

Richelieu de Carlo
Convênio com a Santa Casa tem sido prorrogado através de aditivos desde o início do ano. (Foto: Marcos Ermínio)Convênio com a Santa Casa tem sido prorrogado através de aditivos desde o início do ano. (Foto: Marcos Ermínio)

A Prefeitura da Capital prorrogou por mais três meses o convênio com a ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande), entidade mantenedora da Santa Casa. O novo aditivo é válido de 1º de Julho a 30 de Setembro de 2017.

A extensão do contrato foi publicada em edição extra do Diário Oficial de Campo Grande nesta quarta-feira (10). O novo acordo temporário foi assinado pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD); os secretários de saúde da Capital, Marcelo Vilela, e do Estado, Nelson Tavares; e Esacheu Nascimento, presidente da Santa Casa.

O convênio entre o hospital, Estado e município foi assinado em 8 de dezembro de 2015, com validade até o fim de 2016. Neste ano, a parceria é mantida através de aditivos e, este período, tem sido marcado por divergências entre poder público e a direção da unidade de saúde.

Durante esta semana, o impasse provocou uma série de consequências, como a restrição no atendimento e críticas do prefeito Marquinhos Trad à gestão da Santa Casa, que quer mais R$ 3 milhões a título de repasse do poder público e pagamento no 5° dia útil, em um novo contrato definitivo.

Apór reunião ontem entre as partes, Marcelo Vilela disse que na próxima terça-feira (15) deverá fechar o novo contrato. Na ocasião, além dele, deve participar o secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares, e diretoria do hospital. Prefeito e o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) também serão convidados.

Conforme Esacheu Nascimento, um novo contrato – com elevação do dinheiro – é necessário “para superar dificuldades”. Ele afirma que os R$ 3 milhões a mais já tinham sido acordados em dezembro passado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions