A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/10/2015 21:40

Prefeitura retoma tapa-buraco terça-feira e vai recorrer a contratos de Olarte

Flávio Paes
Buracos se multiplicaram por várias ruas da cidade (Foto:Fernando Antunes)Buracos se multiplicaram por várias ruas da cidade (Foto:Fernando Antunes)
População manifesta sua indignação de forma irônica (Foto:Fernando Antunes)População manifesta sua indignação de forma irônica (Foto:Fernando Antunes)
Prefeitura chegou pôr uma equipe solitária para tapar os buracos (Foto:Arquivo)Prefeitura chegou pôr uma equipe solitária para tapar os buracos (Foto:Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande vai retomar na próxima terça-feira, ou quarta-feira,  o serviço de tapa-buraco interrompido há mais de um mês, quando o prefeito Alcides Bernal reassumiu o cargo. Além de usar equipes e equipamentos da Secretaria Municipal de Infraestrutura o município vai recorrer  às empresas que tem contratos para executar o serviço desde a gestão do ex-prefeito Nelson Trad, retomados pelo prefeito afastado Gilmar Olarte Bernal admite que o município não tem  caminhões, nem equipes,suficientes para fazer frente a todo serviço, por isto não terá condições de dispensar as prestadoras de serviço. No mês passado uma solitária equipe da Prefeitura chegou a ser colocada para tapar alguns poucos buracos, insuficiente diante de uma malha viária de 2.500 quilômetros, boa parte, com pavimento antigo e danificado.

Depois de se reunir nesta quarta-feira no Ministério Público, onde buscou orientação, o prefeito descartou a possibilidade de vir a fechar contratos emergenciais, sem licitação a  que recorreu na sua primeira gestão e acabaram sendo uma das razões alegadas para sua cassação. “As empresas continuarão a prestar o serviço, mas haverá uma rigorosa fiscalização e para isto contamos com o apoio da população”, declarou o prefeito. 

“Queremos fazer dentro do estritamente legal” assegura Bernal que para convencer as empresas a retomar o serviço terá de pagar (pelo menos parte) dos R$ 12 milhões que a Prefeitura a estas prestadoras de serviço. “Decretamos uma moratória por 90 dias, poupando os serviços essenciais”, lembrou. Alguns dos sócios destas empresas tem vínculos,inclusive familiares, com o ex-secretário de Receita, André Scaff, que comandava a equipe econômica da gestão Olarte.

Diante das dificuldades financeiras da Prefeitura, Bernal admite que o serviço de tapa-buraco será feito inicialmente nas vias de maior circulação, a área central e ruas como a Avenida Bandeirantes.

Pelo menos seis empresas tem contrato com a Prefeitura para o serviço tapa-buraco que tinha um custo médio mensal de R$ 15 milhões. Depois das denúncias (com base em vídeos) de que as empresas vinham tapando buracos inexistentes, o Ministério Público Estadual iniciou um processo de investigação.

No grupo de empresas estão a Selco Engenharia, Diferencial Engenharia (antiga JW Construções), LD Construções, Gradual Engenharia e Consultoria, Locapavi Construções e Serviços e a Proteco Engenharia, do empresário João Amorim, alvo das operações Lama Asfáltica e Coffe Breaki, que inclusive o levou a prisão por algumas horas. 

O orçamento deste ano projetou uma dotação de R$ 137, 4 milhões para tampar 11.976.588 metros quadrados de buraco na Capital.Para o ano que vem, está prevista na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) a realização de 12.425.710 metros quadrados, um aumento de 3% de área. Em 2017, a projeção é reparar 38.352.293 metros quadrados de reconstituição asfáltica.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions