A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/01/2014 10:36

Prefeitura vai atrasar kits escolares pela 2ª vez e pais se desesperam

Aliny Mary Dias e Viviane Oliveira
Amélia ajuda na criação de três netos e atraso de kits a preocupa (Foto: Marcos Ermínio)Amélia ajuda na criação de três netos e atraso de kits a preocupa (Foto: Marcos Ermínio)

A três semanas do início das aulas na Reme (Rede Municipal de Ensino) da Capital, os kits escolares ainda não foram licitados e irão atrasar pelo segundo ano consecutivo. Pais e alunos, que passaram pela mesma situação no ano passado, devem enfrentar o problema mais uma vez e encaram o atraso com preocupação e até desespero.

Exigências em itens como a capa da borracha branca e o apontador fizeram com que o pregão fosse adiado e relançado no dia 8 de janeiro. As empresas vão apresentar as propostas no dia 20 deste mês. Só a análise pode levar 45 dias. O processo também pode atrasar se houver questionamentos administrativos ou judiciais. O investimento previsto é de R$ 4,7 milhões.

Sendo assim, o início das aulas, marcado para o dia 5 de fevereiro será mais uma vez sem os kits. Em relação ao preço do ano passado, houve aumento de 77,5%, serão comprados 89,5 mil kits. Em 2013, foram gastos R$ 2,6 milhões,

Alheios aos números e prazos de licitações, os mais interessados nos kits se mostram surpresos com a notícia do atraso. A pintora de obras, Inslaine Conceição Ferreira de Moraes, que hoje está desempregada, tem dois filhos e terá que tirar dinheiro do bolso para comprar o kit.

“Na verdade tudo demora, o uniforme e o material. Mas não sabia que ia atrasar mais uma vez, agora vou ter que fazer de tudo para comprar pelo menos um caderno, um lápis, uma borracha e uma caneta. Tudo para minha filha não perder o dia escolar”, afirma a mulher que lembra ainda que o valor fará falta no orçamento da família.

Inslaine terá que adequar orçamento (Foto: Marcos Ermínio)Inslaine terá que adequar orçamento (Foto: Marcos Ermínio)
Ano passado atraso foi tanto que filhos de Lídia receberam kits nas férias (Foto: Marcos Ermínio)Ano passado atraso foi tanto que filhos de Lídia receberam kits nas férias (Foto: Marcos Ermínio)

A aposentada Amélia Oliveira de Araújo, 72 anos, ajuda na criação de três netos que têm idades entre 8 e 12 anos. Ela afirma que os pais terão que comprar alguns itens até que o material chegue nas escolas. “Os pais vão ter que dar um jeito e comprar, fazer o quê? Até a ajuda da Prefeitura chegar a gente vai ter que se virar”, completa.

Outra que terá de adequar o orçamento para comprar material escolar até a chegada dos kits da Prefeitura é a dona de casa Lídia Barbosa Careno, de 43 anos. Ela tem dois filhos de 6 e 13 anos.A moradora do bairro Aero Rancho explica que o atraso do ano passado foi tão grande que os kits só chegaram nas férias do meio do ano.  

“É muito ruim porque a gente contava com os materiais e agora vamos ter que tirar dinheiro de outras coisas. Minha sorte é que tenho alguns materiais do ano passado e vamos usar”, completa.

Após denúncia de direcionamento, prefeitura relança licitação dos kits
Após denúncia de direcionamento na licitação dos kits escolares, que prevê gasto de R$ 4,7 milhões, a Prefeitura de Campo Grande retirou as exigência...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


Concordo com vc Kathia Ramalho em primeiro lugar a população deve cobrar da Camara dos vereadores foram eles que não deixaram o Bernal trabalhar,segundo que o dinheiro dos vales da vida sao para gastos tbem com a escola um caderno e um lapis vc encongtro por menos de dez reais. O mais importante ele esta cumprindo as escolas estao lá com os melhores e recursos, professores e salario em dia dos funcionários. Basta. Deixem o homem trabalhar! Lembram dessa frase população.
 
Renata Silna em 15/01/2014 21:18:51
Lembram - se daquele ditado: quem pariu Mateus que o embale? pois é, ela serve nesse caso tb... as pessoas reclamam que nao sabem onde deixar seus filhos qdo ceinfs e escolas estao de férias, nao tem como tirar dinheiro para comprar materiais para seus filhos, nao sabem como sustenta-los...caramba, como fizeram tantos filhos? por que fizeram se nao sabe o que fazer com eels? nao acompanham nem na escola, nao aparecem em reunioes escolares , nao conhecem nem a professora ou professor de seus filhos durante o ano todo ... e ai? o poder publico tem culpa, pois na ansia de votos, acabaram tirando a dignidade das pessoas para coloca-las sob sua dependencia...bem coisa de politica... e de pessoas sem responsabilidades com outras pessoas
 
noeli vicente em 15/01/2014 19:47:22
Votaram no Bermal ?
Então..., aguentem!
 
alexandre barbarossa em 15/01/2014 15:42:39
Sou funcionária de uma escola pública municipal e o atraso de kit sempre ocorreu até na administração anterior. A maioria dos pais que recebem o benefício como Vale Renda,bolsa família, entre outros, lembrem-se que estes benefícios servem como recursos, pois a maioria dos pais que recebem esses benefícios são os que mais reclamam dos políticos, façam um esforcinho, façam uma diária, uma dica: na FUNTRAB diariamente surgem inúmeras vagas de emprego, se você não se enquadrar em nenhuma vaga, não é o Bernal o problema!!!
 
Kathia Ramalho em 15/01/2014 14:53:37
O povão que votou nele para prefeito, não foi? Então aguenta agora!

Atrasou o ano passado, vai atrasar neste e nos próximos anos.

Aguenta que mais três anos passam rápido!

Daí pega e vota nele de novo para prefeito. Com oito anos de Bernal Campo Grande vai virar uma tapera velha.

2013 foi um ano perdido, jogado no lixo para a cidade e quem mora aqui. 2014 vai ser pior. Muito pior.

Votou no Bernal? Aguenta o tranco! Sem reclamar! Sem chorar! Aguenta e fim de papo.
 
Sandra Luzia em 15/01/2014 14:29:04
Concordo com os(as) colegas que fizeram referência às "Bolsas da vida". As pessoas ficam esperandos dos poderes públicos exclusivamente. Devem investir em seus filhos e tentar usar o dinheiro que recebem com o q realmente vale a pena. Exigem muito e cumprem muito pouco cm suas responsabilidades.
 
Olga Feitosa em 15/01/2014 14:11:45
Reclamam tanto não sei porque, cade o vale renda, bolsa escola, usa pra compara o material que não vai receber agora, na minha época trabalhava de babá para comprar todo meu material e se quis fazer minha faculdade tive que pagar.
 
Elisângela lemes em 15/01/2014 14:10:42
É uma obrigação da prefeitura, Ninguém sabe a real situação de ninguém. Mas mesmo que tenha condições a prefeitura esta faltando com seu dever. As escolas do governo estão bem na frente, os kits e uniformes são entregues rápido. O Bernal esta esquecendo da cidade, espero que ele saia logo, nossa cidade esta abandonada, FORA BERNAL....Lamento pelos alunos do município, Não votei nesse homem graças a Deus. Cadê as promessas que ele fez???
 
Lenita Santos em 15/01/2014 13:33:24
Bem feito! Tinham material, uniforme, mochila e até tenis ( sem falar na boa merenda) e quiseram mudar! Agora colham os frutos da mudança!
 
Patricia Andrade em 15/01/2014 13:27:23
aos fakes defensores do bernal. É constitucional, ensino fundamental é OBRIGACAO MUNICIPAL. informen-se, perfis falsos...
 
francisco guimares em 15/01/2014 12:43:47
Retificando:o inicio das aulas será dia 06/02/2014(segunda-feira) e não dia 05(domingo).
 
ingrid vianna em 15/01/2014 12:37:15
o bolsa escola serve p/ que mesmo? que eu saiba é p/ manter os alunos..

cm esse povo reclama, antigamente nem existia kits, bolsa familia, bolsa escola, vao trabalhar.
 
eduardo sena em 15/01/2014 12:02:38
Bom eu sou CONTRA o BERNAL em tudo, mas o que esses pais estão falando é um absurdo..."tem dois filhos e terá que tirar dinheiro do bolso para comprar o kit." o que é isso???
A Prefeitura de Campo Grande, dá o estudo(obrigação), uma refeição(que muitos lugares não oferecem) e o VALE TRANSPORTE( que são poucas capitais disponibilizados).
Na minha época, que eu estudava minha mãe domestica sempre fazia de tudo e mais um pouco para poder comprar o MELHOR material escolar, agora LER isso é uma tragédia.
E esses tal de BOLSAS não tem um que é BOLSA ESTUDO que é para isso comprar MATERIAL ESCOLAR!!!
 
Aline Ribeiro em 15/01/2014 11:49:15
Ninguem sabe as condiçoes financeira das pessoas para pode questiona se tem ou ñ dinheiro,a questão que se é, se distribuido pela rede tem de ser na data.Afinal os impostos que pagamos tem data para ser pago.
 
anne carolinne barbosa em 15/01/2014 11:44:05
As pessoas estão muito acomodadas com o "paternalismo" exagerado do governo, em algumas cidades do país não existe esses kits e nem por isso as crianças deixam de ir a escola, existem materiais em preço bem acessível. Agora esse reajuste no pregão de 77% ??????
 
Anna Gonçalves em 15/01/2014 11:42:23
AH, CREENDEUSPAIS... TEM TANTO BOLSA ISSO, VALE DISSO, E ESSE POVO NÃO TEM DEZ REAIS PRA COMPRAR UM CADERNO PRA CRIATURINHA IR À AULA NO PRIMEIRO DIA... ME POLPE VIU... TINHA ERA QUE CORTAR TUDO ESSAS "BOLSA DA VIDA" E POR ESSE POVO PRA TRABALHAR... DINHEIRO PRA COMPRAR ERVA PRA TOMAR TERERÉ TEM NÉ... É MUITO PARASITISMO.....
 
GISELE MARQUES em 15/01/2014 11:37:47
O número de alunos aumentou tanto assim para o custo saltar de 2,6mi para 4,7mi?! Ou será que foi o material do ano passado que era muito porcaria?... Mistérios de Bernal....
 
Leandro Moura em 15/01/2014 11:31:25
ISSO NAO E GRATUIDADE E DIREITO DO CIDADÃO TER DIREITO A EDUCAÇÃO, ENGRAÇADO QUE NA EPOCA DO GOVERNO PASSADO OS MATERIAIS ESTAVAM NA ESCOLA UM MES ANTES DAS AULA SE INICIAREM ISSO É FALTA DE COMPETENCIA DO SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO
 
MARCIO INACIO LIMA em 15/01/2014 11:23:57
Incrível, como as pessoas reclamam. Quando fiz meu ensino fundamental na rede pública, demorava até 2 meses...e agora as pessoas ficam reclamando, será realmente que não terá pelo menos R$10,00?!
Minha mãe guarda dinheiro com antecedência para comprar material aos meus irmãos todos os anos, pois não podemos depender 100% do município sempre né.
 
Carla Lopes em 15/01/2014 11:20:37
Se tem algo que eu falo que a população se confunde é na diferença entre benefício e gratuidade.
Dinheiro para comprar um caderno, um lápis uma borracha e uma caneta... será que ninguém tem mesmo?
 
Edson Bobadilha em 15/01/2014 11:05:56
tenta atrasar o IPTU, para ver se nao cobram juros
 
ismael freire em 15/01/2014 10:55:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions