A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

22/03/2016 11:29

Preso da Máxima deu "dica" para assalto que levou R$ 3 mil de farmácia

Aline dos Santos e Viviane Oliveira
Kevin e Fernando foram presos na sexta-feira. (Foto: Fernando Antunes)Kevin e Fernando foram presos na sexta-feira. (Foto: Fernando Antunes)

Um detento da Máxima deu a “dica” para assalto à farmácia, onde clientes, funcionários e entregadores foram feitos reféns. A farmácia Delta, na rua Brilhante, bairro Bandeirantes, foi alvo de ladrões às 15h da última terça-feira (dia 15). Os três assaltantes, sendo dois armados com revólveres, renderam as vítimas, roubaram R$ 3 mil e fugiram no Siena de uma cliente. A expectativa era roubar R$ 30 mil, movimentação apontada pelo interno do presídio, identificado apenas como “Gordo”.

Dois ladrões foram presos na sexta-feira (dia 18) pela PM (Polícia Militar) na Orla Morena, em Campo Grande. Kevin Alessandro Centurion Areco, 22 anos, e Fernando Soares Gimenes, 23 anos, foram presos por tráfico de drogas. Um dos celulares roubados na farmácia estava com Fernando. As imagens do sistema de segurança também confirmaram que eles roubaram a farmácia.

De acordo com delegado Reginaldo Salomão, da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), a terceira prisão aconteceu no sábado, quando Wagner Edson Guimarães, 25 anos, foi desarmado ao tentar roubar uma farmácia na rua 14 de Julho e espancado por populares. Bastante machucado, ele foi transferido para o Presídio de Trânsito, onde tem enfermaria.

À Polícia Civil, Wagner relatou que foi mentor do roubo à farmácia Delta e seguiu orientação de um detento do presídio Jair Ferreira de Carvalho, a Máxima. A informação é de quem em dois dias da semana são feitos os pagamentos dos fornecedores. O trio foi levado ao local por Nara Carolina dos Santos de Almeida, 30 anos, namorada de Wagner. Ela pegou o carro de seu pai escondido. O Uno quebrou perto da farmácia. Por isso, na fuga foi roubado o Siena de uma cliente, que, posteriormente, foi encontrado no bairro Taquarussu.

Com sua parte no roubo, Wagner contou que comprou cervejas e pagou o conserto do carro do pai da namorada. Os presos vão responder por roubo majorado pelo emprego de arma e concurso de pessoas. Nara não foi presa, mas vai responder como coautora. Ela negou e disse que não sabe dirigir. O detento que deu a dica do assalto ainda não foi identificado. A polícia apreendeu um revólver. A Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) também participou da investigação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions