A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/03/2013 18:23

Preso por incendiar 5 veículos, homem diz que queimou outra Hilux

Helton Verão e Paula Maciulevicius
Primeira Hilux identificada ficou completamente destruída pelas chamas. (Foto: Simão Nogueira)Primeira Hilux identificada ficou completamente destruída pelas chamas. (Foto: Simão Nogueira)
Caminhonete vendia frutas na Praça das Araras. (Foto: Simão Nogueira)Caminhonete vendia frutas na Praça das Araras. (Foto: Simão Nogueira)

O homem preso após incendiar cinco veículos na Capital, na madrugada deste sábado (16), confessou à Polícia ter queimado outra Toyota Hilux, na mesma madrugada dos demais crimes. A Polícia não contabilizava o veículo aos atentados que começaram na última quarta-feira (13).

Estevão de Oliveira Alves, 32 anos, admitiu ter queimado a primeira e a segunda Toyota Hilux, além do Gol, a camionete que vendia frutas na Praça das Araras, a Montana e dois caminhões tipo munk. Câmeras de segurança gravaram o momento em que Estevão incendiou a camionete Hilux, no Jardim dos Estados, e fugiu em seguida.

Segundo o delegado do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), Alberto Vieira Rossi, o trabalho da Polícia agora consiste em identificar às vítimas e concluir os laudos. O prazo para encerrar o inquérito é de 10 dias.

Estevão veio de Ponta Porã e não teria ligação com a organização criminosa que age dentro dos presídios, afirma o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini. Segundo a Polícia, ele teria agido sozinho em todas as ações. No entanto, ainda está sendo investigado se ele agia a mando de alguém. O acusado será indiciado pelos seis incêndios criminosos.

 

Delegado olha o que sobrou do veículo incendiado. (Foto: João Garrigó)
Delegado olha o que sobrou do veículo incendiado. (Foto: João Garrigó)

Veículo em Terenos - Sobre o Fiat Uno que foi incendiado na BR-262, entrada de Terenos, o delegado Rossi descartou a possibilidade de ligação aos ataques e que o motorista ainda não foi encontrado. "Não segue as mesmas características dos ataques na Capital. A principio não está sendo tratado como atentado”, resumiu.

Ataques – A onda de violência começou na madrugada de quarta-feira (13), quando uma carreta que estava estacionada na Praça do Rádio Clube foi queimada.

Na noite de quarta-feira, cinco carros que estavam estacionados próximos das Igrejas São José e Santo Antônio e na avenida Afonso Pena foram alvo dos bandidos. Eles tiveram as mangueiras de combustível cortadas e em seguida foram incendiados.

Já na quinta-feira (14), duas motos que estavam estacionadas na esquina da rua 15 de Novembro com a Travessa do Padre, ao lado da Igreja Santo Antônio, também tiveram as mangueiras de combustível cortadas.

Outras duas motos foram alvo dos ataques na noite de ontem. Uma delas estava estacionada na Travessa do Padre, no mesmo local da ocorrência na noite anterior, e outra em frente à Praça do Rádio Clube.

Ontem, além dos seis veículos incendiados por Estevão, um caminhão foi queimado na frente da delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia.



Qual será a pena do camarada. Trabalho forçado e devolução do valor do bem a cada vítima ao longo dos anos de sua vida?
 
Margarida Ferreira em 18/03/2013 11:42:53
É e ainda disseram que um PM estava envolvido. Ainda não vi nenhum pedido de desculpas a INSTITUIÇÃO POLICIAL MILITAR.
 
Octavio Augusto em 18/03/2013 11:17:30
Campo Grande e suas emoções de fim de verão... o importante é que daqui há alguns dias tudo isto estará esquecido e todos vão apenas debater sobre quem será o governador sucessor do Lord Puccinelli, a partir de então voltam os debates sobre segurança pública, saúde, educação e todos os interesseres públicos que nunca são respeitados... e os bandidos? Vão ter que fazer mais que incêndios em carros e estupros pra serem o principal destaque das manchetes no nosso pantaneiro Estado.
 
José Santos em 18/03/2013 10:26:36
e esse moço nao disse o porque de tudo isso, algum problema psiquiatrico ele deve ter
 
rosemeire oliveira em 18/03/2013 09:49:41
Falta de ocupação...esse canalha, merece uma cadeia de bons anos e trabalho forçado, para reparar o prejuízo dado aos proprietários dos veículos incendiados.
Infelizmente, essas leis brasileiras com MARGIN|AIS é uma verdadeira palhaçada...só se ferra pessoas inocentes e vítimas de delinquentes.
 
Neyde de Oliveira em 18/03/2013 08:23:15
Queimou porque? Ninguém perguntou? Quero saber.
 
Fabricio Trevisan em 18/03/2013 07:58:18
eu sou motoqueiro, se queimar a minha moto, eu vou queima a lingua de quem queimou.
 
JOSEMAR ALVES VIEIRA em 18/03/2013 07:50:50
Trabalho rápido, eficaz, coordenado e firme. Os fatos sendo esclarecidos um a um pela Policia Civil, inclusive com a identificacao e prisao dos criminosos, a normalidade social sendo restabelecida paulatinamente pelas operações ostensivas da PM, tranqüilidade no interior dos presídios, com ações pontuais da Agepen.... A gestão técnica e competente da Sejusp e das instituições que a compõe dando a resposta que a sociedade espera e merece.
 
André Matsushita em 17/03/2013 22:14:17
Será que isso não tem a ver com a rota ostensiva da policia mno mirante?? onde vandalos atearam fogo em um carro lá?...agora onde os moleques vão escutar funk? tudo tem de ser investigado não é possivel dias depois deles fazerem isso começar essa onda de atentados pela cidade!
 
sandra lima em 17/03/2013 20:21:38
Engraçado o cara andou a cidade toda ate no interior????
e queimou todo os carros sozinhos
como 1º dizeram que eram e uma moto
depois dizeram que o mesmo estava a pé.

será que esse ae nao vai servir de boi de piranha nao???

cade a foto da criança???
 
Marcos Souza em 17/03/2013 19:22:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions