A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/10/2015 13:51

PRF alerta motorista para cuidados na viagem em decorrência de chuva

Flávia Lima
Tráfego intenso e possibilidade de temporais devem redobrar atenção de motoristas. (Foto:Arquivo/Campo Grande News)Tráfego intenso e possibilidade de temporais devem redobrar atenção de motoristas. (Foto:Arquivo/Campo Grande News)

A previsão de um final de semana chuvoso preocupa os policiais rodoviários que estão realizando a fiscalização nas estradas que cortam Mato Grosso do Sul nesse feriado prolongado de Finados. Só de trecho federal são 3.647 quilômetros, atendidos por 22 postos da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

A operação que teve início a meia-noite desta sexta-feira, conta com suporte de todo o efetivo, incluindo administrativo, que estão nos trechos orientando os motoristas que decidiram pegar estrada logo cedo. Ao todo, são 60 viaturas, dez radares fotográficos, além de um helicóptero para dar suporte à operação.

Segundo o inspetor Kleryson Loureiro, os condutores devem ficar atentos a componentes indispensáveis em situações de chuva. O primeiro item observado nessas circunstância pela PRF, são os faróis e componentes de sinalização. "É fundamental que o veículo seja visto pelos demais motoristas", alerta o inspetor.

Ele ressalta que, caso o motorista precise parar na via devido ao fortes chuvas, deve procurar um local seguro ou posto rodoviário e nunca utilizar o acostamento. Quanto a aquaplanagem, caso ela ocorra, Kleryson ensina que o correto é tirar o pé do acelerador para não perder o controle do veículo. "Não se deve pisar no freio e nem realizar movimentos bruscos com o volante", explica.

O objetivo da operação Finados também é fazer abordagens educativas, além das vistorias usuais, por isso os policiais trabalham para reduzir o número de acidentes e mortes registrados na operação de 2014, quando foram computadas três mortes e 45 acidentes nos trechos federais que cortam o Estado.

Mesma preocupação tem a PRE (Polícia Rodoviária Estadual), que também já iniciou a operação Finados. A preocupação dos policiais é quanto aos motoristas que, para evitar os pedágios, aumentem o fluxo nas vias estaduais, que nem sempre são duplicadas e, em alguns casos, precárias em sinalização.  

A fiscalização será intensificada principalmente nas estradas de acesso a Rio Negro, Rio Verde, Corumbá, Bonito e Paranaíba, cidades que devem receber maior número de turistas no feriado devido aos pesqueiros e balneários.

Para realizar a operação, a Polícia Militar Rodoviária reforçou a fiscalização em todas as bases fixas e irá utilizar também bases móveis, além de etilômetros, radares fixos e móveis, que tem o objetivo de coibir infrações como excessos de velocidade, ultrapassagens indevidas e embriaguez ao volante.

“Antes de sair de viagem o condutor deve fazer uma revisão no veículo. Na estrada ele precisa obedecer a legislação vigente, não excedendo o limite de velocidade permitido para a via e não dirigindo após fazer uso de bebidas alcoólicas", alerta o coronel Waldir Ribeiro Acosta, comandante da Polícia Militar Rodoviária. Ele também ressalta sobre a importância de pegar o volante cansado. "O ideal é pegar estrada pela manhã, após uma noite tranquila de sono", enfatiza. 

Durante o feriado, o patrulhamento das rodovias estaduais de Mato Grosso do Sul terá reforço de mais três equipes volantes, montadas com policiais que trabalham no administrativo das unidades e também com policiais que estariam de folga, representando um incremento de mais de 50 profissionais. 

Como de costume em operações de feriados prolongados, os caminhões bi trem terão horário restrito de circulação nas estradas. Nesta sexta-feira, o horário compreende das 16 horas a meia-noite. No sábado (31), o horário vai das 6 horas até o meio-dia e na segunda-feira (2) fim da operação, das 16 horas a meia-noite.

BR 163 - Na principal estrada que corta o Estado, são esperados 204 mil veículos durante o feriado, segundo a concessionária que administra a BR-163. Equipes do Serviço de Atendimento ao Usuário – SAU estarão distribuindo folhetos educativos sobre a campanha em pontos estratégicos da rodovia considerados rotas alternativas das praças de pedágio, para mostrar o que o motorista perde ao desviar da BR-163.

“Ao passar por rotas alternativas, o usuário pode achar que está economizando, quando na verdade está perdendo muito em pagar mais em manutenção e combustível. Além disso, acaba não usufruindo dos serviços prestados e uma rodovia concedida”, afirma o gestor de atendimento da CCR MSVia, Fausto Camilotti.

Nesta sexta-feira são esperados mais de 59 mil veículos, com pico de tráfego entre as 15h e 17h, com uma média de 4 mil veículos por hora. No sábado (31), o fluxo deve ser de pouco mais de 56 mil veículos, com horário de maior movimento das 15h às 18h.

Na volta do feriado a previsão é de que 50 mil veículos passem pela BR-163/MS na segunda-feira (02/11), sendo que o período de tráfego mais intenso deve ser das 16h às 19h.
As obras com interferência no tráfego serão suspensas na sexta (30) e na segunda (2), a partir das 12h e no sábado (31) até às 16h.

A recomendação é que o motorista procure programar a viagem em horários alternativos de forma a evitar o tráfego intenso.

Durante os quatro dias da Operação Finados, 72 viaturas estarão de prontidão nas 17 Bases Operacionais do SAU. Cerca de 500 colaboradores trabalharão em regime de revezamento, 24 horas por dia, atuando em toda extensão da BR-163/MS. 

Polícia Rodoviária Estadual reforça efetivo para operação do Feriado de Finados
A Polícia Militar Rodoviária inicia a zero hora desta sexta-feira (30), até às 24 horas de segunda-feira (2), a operação Finados. A fiscalização será...
Dia de Finados terá reforço em linhas de ônibus que atendem cemitérios
O transporte coletivo urbano terá programação especial na próxima segunda-feira, Dia de Finados. O preço da tarifa no feriado será de R$ 1,20 para us...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions