A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/06/2015 18:26

Procissão de Corpus Christi reúne 12 mil fiéis em ruas da Capital

Alan Diógenes e Juliana Brum
Cerca de 12 mil fiéis participaram da procissão nesta noite. (Foto: Marcos Ermínio)Cerca de 12 mil fiéis participaram da procissão nesta noite. (Foto: Marcos Ermínio)
Arcebispo Dom Dimas ressaltou importância do dia para os fiéis. (Foto: Marcos Ermínio) Arcebispo Dom Dimas ressaltou importância do dia para os fiéis. (Foto: Marcos Ermínio)

Para encerrar a celebração de Corpus Christi, cerca de 12 mil fiéis, segundo a organização, se reuniram na esquina da Avenida Mato Grosso com a Rua 14 de Julho, no Centro de Campo Grande, para a procissão. Conforme a Polícia Militar, eram 6 mil. Eles caminharam até a Avenida Fernando Corrêa da Costa passando pelo tapete confeccionado por católicos de 44 paróquias.

O arcebispo metropolitano de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, foi na frente em cima de um veículo levando o Santíssimo Eucarístico, acompanhado de bispos, padres e coroinhas. Logo atrás vinha a multidão de fiéis, entre eles, várias famílias e jovens. “É um dia muito importante; dia de celebração para nós católicos. Hoje temos muito do que celebrar”, mencionou Dom Dimas.

O arcebispo lembrou-se da inauguração do 1º Santuário de Adoração Perpétua na Capital e da instalação da Arquidiocese, há quase 50 anos. “Antigamente a gente tinha que trazer padres de fora para celebrações como essa, agora é possível contar com padres de nossa cidade”, comentou.

Como parte da celebração de Corpus Christi, Dom Dimas sobrevoou a Capital de helicóptero na manhã desta quinta-feira (4) e fez a benção do Santíssimo Sacramento sobre a cidade.

Núbia Almeida, 33 anos, levou o marido Ismael Almeida, 38, e o filho de um ano e sete meses para participar da celebração. É claro que ela não podia perder este momento, já que o outro filho José Miguel, 12 anos, estava ajudando Dom Dimas em cima do carro.

“Sempre fomos católicos, mas depois que casamos se firmamos mais ainda na fé para poder passar isso aos nossos filhos. Esta data representa Jesus vivo, ele está no meio de nós. Nesta época de violência nós precisamos muito dele”, destacou Núbia.

Jovens participaram da confecção do tapete e permaneceram até o final da celebração. (Foto: Juliana Brum)Jovens participaram da confecção do tapete e permaneceram até o final da celebração. (Foto: Juliana Brum)
Família leva filho pequena às ruas para ensinar sobre a fé. (Foto: Juliana Brum)Família leva filho pequena às ruas para ensinar sobre a fé. (Foto: Juliana Brum)

Para a aposentada Inês Nedes, 74 anos, este é o momento de reflexão para os fiéis. “Devemos nos achegar cada vez mais a Deus. É um momento de dedicação a ele nesse dia santo”, salientou.

As estudantes Izabelle Biazi e Glicia Gabriela Maldonado, ambas de 16 anos, chegaram ao local de celebração bem cedo, às 7h. Isso porque elas participaram da confecção do tapete.

Izabelle, por exemplo, contou com o apoio do grupo Terço Jovem, que reúne 70 integrantes da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. “É a primeira vez que participo e sei que esse é um dia para louvar a Deus. Hoje trabalhamos para ele e tudo que fizemos foi em homenagem a ele”, apontou.

Já Glicia participa da montagem da celebração pela segunda vez. Ela ficou envolvida com a organização do evento desde o começo do dia e permaneceu até o encerramento. “É um dia muito esperado por mim, porque amo servir ao Senhor e fazer o tapete”, finalizou.

Durante a procissão, os fiéis entoavam ladainhas, cânticos e rezavam. No final da procissão, um trio elétrico animava a multidão. Ao todo, 150 religiosos participaram da organização do evento. 

Em cima de veículo, Dom Dimas leva o Santíssimo Eucarístico para abençoar fiéis. (Foto: Marcos Ermínio)Em cima de veículo, Dom Dimas leva o Santíssimo Eucarístico para abençoar fiéis. (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions