A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/04/2015 10:12

Professor morto a tiros não assediou esposa de assassino, conclui polícia

Flávia Lima e Filipe Prado
O acusado de praticar o crime, Francimar Câmara permanece preso na Capital. (Foto:Arquivo/Marcelo Calazans)O acusado de praticar o crime, Francimar Câmara permanece preso na Capital. (Foto:Arquivo/Marcelo Calazans)

A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a morte do instrutor de informática Bruno Soares da Silva Santos, 29 anos. De acordo com o delegado Miguel Said, da 1ª Delegacia de Policia de Campo Grande, não foi constatado durante as investigações, qualquer tipo de assédio ou relacionamento de Bruno com alguma funcionária da escola de informática onde ele trabalhava. “O que foi comprovado é que ele brincava muito com todos os funcionários. Só isso”, disse o delegado.

Em tese, o instrutor teria sido assassinado por ter assediado a esposa do autor do crime, Francimar Câmara Cardoso, 30, que ainda permanece preso. A esposa de Francimar trabalhava na mesma escola em que Bruno era instrutor.
O delegado afirmou que a esposa de Francimar registrou um boletim de ocorrência contra Bruno, mas no dia do suposto assédio não comunicou o fato a ninguém e não chamou nenhuma testemunha.

”Tem uma incoerência apresentada, até porque ela estava descontente com o trabalho e teria pedido demissão, mas a direção da escola havia recusado o pedido”, disse

Ainda segundo o delegado, o irmão do acusado, Daires Pereira, 25, também está preso pelo mesmo crime, já que as investigações concluíram que foi ele quem comprou a espingarda utilizada no crime.

Segundo a polícia, a arma foi utilizada por uma pessoa em uma tentativa de latrocínio, em Nova Alvorada do Sul. Por este crime, dois homens e dois adolescentes foram presos no dia 6 deste mês.

Crime - De acordo com as investigações, Francimar matou Bruno a tiros no dia 16 de março, depois que ele descobriu um suposto abuso da vítima contra a sua esposa. O crime ocorreu em uma escola, onde ele trabalhava, na Rua Maracaju, quase esquina com a 14 de Julho, no Centro.

Inquérito sobre morte de professor deve ser finalizado na próxima semana
O inquérito sobre a morte do professor Bruno Soares da Silva Santos, 29 anos, será concluído até o começo da próxima semana. De acordo com o delegado...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions