A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

02/10/2016 17:23

Professora vai votar e descobre que outra pessoa votou em seu lugar

Anny Malagolini e Adriano Fernandes
Professora que foi impedida de votar (Foto: Adriado Fernandes)Professora que foi impedida de votar (Foto: Adriado Fernandes)

A eleitora Margarida Benites, 60 anos, teve uma surpresa ao comparecer em seu local de votação na tarde deste domingo (2), em Campo Grande. Outra eleitora com o mesmo nome, votou em seu lugar e a idosa acabou perdendo o direito de votar.

Ela relatou que Ao chegar na seção em que vota na escola estadual Hilda de Souza Ferreira, no bairro Coophatrabalho, foi avisada que seu nome já estava preenchido e por isso, ela não poderia votar, mesmo alegando que não havia votado.

Margarida é professora aposentada, e inclusive deu aulas na escola em que vota. “Sempre votei aqui, não consigo entender ainda o que aconteceu”, contou.

Irritada com a situação, a aposentada disse que essa foi a primeira vez que não pode votar. “Perdi meu direito de voto sem ter feito nada”, lamentou.

Ela ainda mencionou que ao ter o direito de voto vetado, pediu para verificar a assinatura da ata da votação, que foi negado a ela. Uma mesária da unidade informou que a eleitora irá assinar uma ata expondo a situação, mas ainda assim não poderá votar.

A Polícia Militar foi acionada, e os mesários admitiram que tinham outra pessoa com o mesmo nome da aposentada na seção, e que essa pessoa teria preenchido no espaço errado – excluindo a idosa da votação. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions