A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

03/03/2012 10:27

Projeto propondo “cura” da homossexualidade é aberração, diz Frente Parlamentar

Luciana Lima, da Agência Brasil

Brasília – O coordenador da Frente Parlamentar Mista pela Cidadania LGBT, deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), considerou uma “aberração” o projeto apresentado pelo deputado João Campos (PSDB-GO) que prevê mudanças na resolução do Conselho Federal de Psicologia, com o objetivo de permitir que psicólogos trabalhem na chamada “cura gay”.

“Considero uma aberração o fato de se propor um projeto desses. Querem legalizar um tratamento que enseja tortura psicológica e física. O principal grupo dos Estados Unidos que defendeu a psicoterapia como forma de curar a homossexualidade já veio a público pedir desculpas pelos suicídios que muitos adolescentes cometeram, induzidos por esse suposto tratamento”, argumentou o deputado.

Jean Wyllys avaliou que a inconstitucionalidade da proposta é clara porque fere o princípio da dignidade humana. “O projeto do deputado João Campos jamais será aprovado na Comissão de Constituição e Justiça porque fere o princípio da Constituição que é fundamental, o da dignidade humana. Além disso, a proposta contraria um ponto pacífico na comunidade científica que é a certeza de que a homossexualidade não é uma doença”, destacou.

“Nenhuma orientação sexual é doença, nem a heterossexualidade, nem a homossexualidade, nem a bissexualidade. Não há hierarquia entre elas e uma não é mais saudável que a outra. São expressões diferentes da sexualidade humana. A comunidade cientifica entende, a Organização Mundial da Saúde também. Se todos os tratados de direitos humanos garantem que a orientação sexual tem que ser exercida livremente, não faz sentido alguém querer legalizar a cura para certa orientação sexual”, rebateu o deputado que aceitou participar do debate que poderá ocorrer na Comissão de Seguridade Social e Família.

“Eu aceito porque é o espaço democrático da gente colocar essas ideias. Talvez as pessoas defendam isso por pura ignorância. Muita gente, talvez, acredite ainda que a homossexualidade é uma doença, porque aprendeu isso. É uma informação errada que precisa mesmo ser erradicada”, disse Jean Wyllys.



Não passam de vagabundos o politicos q proponhe uma lei absurda desta, e os que com eles concordam, ninguem cura homossexualidade ela não é doença, se for assim quero ter o deireito de curar heterosexuais, vejo muito mais infelizes com tal pratica do que os que são homossexuais, exemplo é que vivem DP mesmo sendo livres, e nós q somos vitmas da violências, vivemos felizes com esperança em DEUS.
 
Cris Stefanny em 06/03/2012 06:43:53
Apoio completamente o projeto do deputado, pois chegara o dia que todos vcs( que acham um absurdo projetos como esse),verão os seus filhos e netos, quebrando o pulso e afinando a voz.
 
Leonardo zamban em 04/03/2012 05:32:40
ola nao sou contra, mais sou usuario de droga , como nao eh crime decidir a opcao sexual tambem nao deveria ser a opcao de vicio, deveria ter um lugar para vender droga para os usuario, pois assim terminava os traficantes e nao seria tao cara como é, nao precisaria roubar , mais sabe como é tem traficante no poder que nao deixa fazer isso,pois assim acaba o dinheiro.
 
ANTONIO SILVA em 03/03/2012 12:43:38
Que bom que não temos problemas com educação, saúde e todos tem moradia digna!!!
 
Fabio Lopes em 03/03/2012 12:16:37
Fazer um projeto de lei para determinar a condução nos tratamentos para homossexualidade... pelo amor de Deus! Em que Era estamos? Por que esse deputado não se mete nos assuntos que realmente precisam de intervenção do estado? Meter-se em questões que dizem respeito à vida privada é desrespeito! A sexualidade é uma questão de foro íntimo e não uma decisão do estado ou da entidade psicoterapêutica.
 
Cindy Lauker em 03/03/2012 12:11:52
Concordo plenamente com o Sr. Felipe Soares.
 
André Serra em 03/03/2012 11:17:10
A questão é: se um psicólogo tratar um gay, por livre e espontânea vontade dele (Gay) para ser um heterosexual, o Conselho Nacional de Psicologia pode punir com até a caçassão do Diploma. Será que um Gay não têm o direito de se arrepender? Ou os Gays não acreditam que exista ex gays? Os gays na realidade são os mais preconceituosos, não querem respeitar os direitos dos que não gostam de gays.
 
Jardelino Pereira em 03/03/2012 11:13:22
Tenha dó néh? Doença? Cura? Pára com isso... Essas idéias são do tempo da Inquisição. Onde vamos parar com isso. Deixem os homossexuais serem felizes da forma que bem entendem. Não os vejo matando, roubando nem tão pouco realizando outro tipo de maldade com ninguém. Basta.
 
Felipe Soares em 03/03/2012 10:52:11
Bom, a bancada evangelica agora quer a cura gay, pois a cura da homofobia eu ja sei faz tempo.. chama-se ensino fundamental completo.
 
Emiliano Leandro em 03/03/2012 09:51:41
Senhores deputados... sejam dignos de seus mandatos e apresentem projetos sérios... como por exemplo... ALTERAR O CÓDIGO PENAL BRASILEIRO...
 
José Pereira em 03/03/2012 03:47:33

Mais importante é investir e em educação e cultura para se curar a homofobia !

Rev. Carlos Eduardo Calvani
Igreja Anglicana
 
Carlos Eduardo Calvani em 03/03/2012 01:38:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions