A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/02/2012 11:40

Prontomed anuncia a médicos fechamento do setor de pediatria

Aline dos Santos

A oferta de atendimento em Campo Grande vai ficar ainda mais precária a partir deste mês

Porta de entrada da Santa Casa, Prontomed é referência de atendimento em pediatria. (Foto: Marlon Ganassin)Porta de entrada da Santa Casa, Prontomed é referência de atendimento em pediatria. (Foto: Marlon Ganassin)

A oferta de atendimento de pediatria em Campo Grande vai ficar ainda mais precária a partir deste mês. Ontem, o Prontomed – que faz atendimento particular e de planos de saúde na Santa Casa – anunciou aos oito médicos do setor que a pediatria será fechada no fim de fevereiro.

De acordo com João Batista Botelho, da direção do Sinmed-MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), o fim dos atendimentos foi uma medida de contenção de gastos.

Por dia, até 50 pacientes passavam pelo setor. Dos oito médicos, a metade foi demitida e os outros quatro terão os horários remanejados, pois também trabalham em outras áreas do hospital.

Com o fechamento da pediatria no Prontomed, somente o Hospital da Criança e o São Lucas, que já convivem com a superlotação, vão oferecer atendimentos às crianças pelo plano de saúde. Em 2010, foi o hospital El Kadri que fechou o setor de pediatria. Na rede pública, os pais sofrem com a falta de pediatras, principalmente aos fins de semana.

De acordo com João Botelho, o sindicato não vai tomar nenhuma medida contra a decisão do Prontomed. “Não é um caso de demissão em massa. Mas vamos ficar atentos se houver terceirização ou contratação sem carteira assinada”, enfatiza.

Conforme a assessoria de imprensa da Santa Casa, não há nenhum médico cumprindo aviso- prévio.

Comércio – Presidente da Sociedade de Pediatria de Mato Grosso do Sul, o médico Alberto Cubel salienta que dos três hospitais que atende crianças pelos planos de saúde em Campo Grande, o Prontomed é o único que tem CTI (Centro de Terapia Intensiva).

“O Hospital da Criança e o São Lucas são de pronto-atendimento. Ou seja, uma febre, uma gripe. Mas o Prontomed é a referência para urgência e emergência, por ser entrada da Santa Casa”, afirma.

Cubel afirma que está na torcida para que os grandes planos de saúde e o Prontomed façam um acordo. “O que mais me preocupa é o fato do gestor falar que é um serviço que não dá lucro. Como se saúde fosse um comércio”, lamenta.

Conforme o presidente da Sociedade de Pediatria, Campo Grande tem 295 pediatras com registro ativo no Conselho de Medicina. O cálculo é de 20 pediatras para cada cem mil habitantes. Desta forma, seriam necessários 160 médicos. “Falar que não tem pediatra em Campo Grande é conversa fiada, para boi dormir”, afirma.

De acordo com Cubel, a questão salarial e a falta de estrutura afastam os profissionais da rede pública de saúde.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Concordo com a Milena das palavras dela eu faço as minhas!!
"Agora o jeito é pedir pra minha filha não ficar doente. Hospital da Criança não atende Cassems e o São Lucas é só pra passar raiva. Quem tem criança pequena e precisou levar no São Lucas sabe do que estou falando...²"
Se ja não bastasse isso agora ,um descaso total!!
 
Mônica Tuneca em 07/02/2012 01:13:35
Os médicos não tem culpa nenhuma, o problema são os gestores, é uma vergonha falar que o PRONTOMED não dá lucro, afinal a Saúde é comércio? onde está o direito do cidadão? enquanto o SUS paga R$ 3,0 para o médico na função do seu trabalho, quanto recebe o político de GETON?, isto é o que devemos pensar e levar em consideração para as próximas eleições.
 
Gilson Pereira da Silva em 04/02/2012 09:36:10
Concordo com o Atila Vorzt. Todas as vezes que acontece algo que nos prejudica, sempre colocamos a culpa em quem está na mesma situação que nós. Cadê que perguntamos para nossos políticos... Só sabemos votar!!
 
JANAINA BRAGA VIEIRA em 04/02/2012 09:02:28
Que bom que fechou.
Pra que gastar com criança?
Pra que gastar com o futuro deste pais?
Economia é assim.
Não tenha filhos.
Não tenha convênios.
Se tiver bebê, não faça convênio ou registro de nascimento.
O melhor é fazer um título de eleitor para bebê e ensinar a votar antes de falar.
Assim estas aberrações não acontecem.
"que venham a mim as crianças..."
Esqueceram desta frase clássica
 
joao coelho em 04/02/2012 02:25:49
É UMA VERGONHAAAA!! fazem Universidade as custas do GOVERNO e por conta dos impostos que pagamos e depois de formados....VERGONHAAAA..Está na hora de honrar sua profissão, que é a mais bem paga do País...
 
Marcos Scanoni em 03/02/2012 12:29:37
Meu DEUS! Algo precisa ser feito urgente! Daqui a pouco o São Lucas e o Hospital da Criança também fecha; e aí?
 
Maristela de Lira Oliveira em 03/02/2012 12:08:41
Como não é uma questão de "comércio"?? Há muitos anos a medicina deixou de ser VOCAÇÃO para se tornar uma fábrica de dinheiro para os filhos da ALTA SOCIEDADE, o descaso e a falta de humanidade é cada vez maior aos novos médicos, a sociedade precisa agir e cobrar o cumprimento do DEVER de salvar vidas e não, o enriquecimento às custas do cidadão!
 
caio cesar em 03/02/2012 12:01:24
E o Hospital São Lucas, esta fazendo cirurgia de lipo-aspiração em travesti, e registrando óbito. Não sei como a SANTA CASA foi ficar assim tão sucateada. Essa é outra responsabilidade do Prefeito Nelsinho Trad com a intervenção no hospital.
 
Juarez Goncalves em 03/02/2012 11:57:54
absurdo,simplismente um absurdo sem comentarios
 
angela abreu em 03/02/2012 11:54:17
Realmente o Hospital S. Lucas já está quase parado, o Hospital da criança não atende o meu plano, mas graças a Deus temos ainda o SUS, wue ainda não é uma maravilha, mas é muito melhor se for pra um atendimento de urgencia.
 
Geferson Cabral em 03/02/2012 11:29:58
É ISSO QUE DA O GOVERNO COLOCA DINHEIRO LA E VEJA O QUE ACONTECE
 
claudinei braz em 03/02/2012 10:12:01
Engraçado que todo mundo se revolta com os médicos explorados, e não cobra de seus ricos deputados medidas efetivas para financiamento da saúde...
O SUS paga 3 reais por uma consulta, e o governo alega não ter recursos para a saúde enquanto paga 40 mil para cada senador...
O médico recebe o valor de um churro por consulta e ainda leva a culpa, como um escravo Dinheiro para dízimo todos tem, né?
 
Atila Vorzt em 03/02/2012 09:37:44
Era so o que faltava, realmente esta uma droga esse convenio medico, e o pior ainda e que a Santa Casa e administrada pelos nossos politicos que sao os proximos candidatos a prefeitura vejam bem em quem voces vao votar, por Deus.
 
solange aparecida gaite carvalho em 03/02/2012 09:18:29
Os médicos foram DEMITIDOS, ou seja, querem trabalhar; mas a diretoria não vê lucro nesse tipo de atendimento. É engraçado como qualquer notícia sobre saúde a culpa é sempre do médico!!!
Gente abram os olhos, os médicos são tão vítimas quanto toda a população brasileira!
 
darlan miranda em 03/02/2012 08:37:18
Meu filho precisou de um atendimento de EMERGENCIA na semana passada. Demos entrada no PRONTOMED como PARTICULARES a pediatra de plantão nem sequer tocou em meu filho de 8 meses. O cirurgião de plantão, um tal de "DR" OSVALDO mandou recado pela enfermeira que aquilo não era serviço dele. Acabamos sendo atendidos e MUITO BEM ATENDIDOS no PRONTO SOCORRO pelo SUS. NÃO VAI FAZER FALTA.
 
eduardo de paula em 03/02/2012 05:36:25
Remedio de alto custo só se consegue judicialmente, agora mais essa, atendimento médico também! Comecem a pagar PAX pois pelo visto ficou assim, qdo precisarem de médico dá uma passadinha no PS daí vá na delegacia logo, registra BO por omissão de socorro, dpois no ministério publico encaminhar mandado de segurança... e dpois de tudo assinado e talss... vai no hospital pra ver se apareceu vaga.
 
Adriano Lima em 03/02/2012 05:22:18
Meu Deus, a decisão foi da SANTA CASA e não dos médicos!!!!!
Aprendam a ler a notícia e de "revoltem" contra quem é de direito, atualmente quem comanda a Santa Casa é a Prefeitura e o Estado.
Porque a "indignação" não é contra o comando deste hospital e sim contra os médicos que foram DEMITIDOS do serviço.
ATENÇÃO a todos esse "revoltados"!
Como é facil dizer "Isso é um absurdo" hoje em dia!!
 
Luís Ribeiro em 03/02/2012 03:54:22
É um absurdo o tamanho descaso com nossas crianças, quer dizer que pagamos um absurdo em planos de saúde para termos um atendimento pelo menos com respeito, mais quando realmente precisamos os diretores de hospitais querem mesmo é que morram nossos filhos que seriam o futuro do brasil! Lamento, eles não devem ter filhos!
 
katia fatima em 03/02/2012 03:05:05
Agora o jeito é pedir pra minha filha não ficar doente. Hospital da Criança não atende Cassems e o São Lucas é só pra passar raiva. Quem tem criança pequena e precisou levar no São Lucas sabe do que estou falando...
 
Milena Lopes em 03/02/2012 02:22:24
era só o que estava faltando. isso e uma forma de obrigarem os planos de saude a aceitar os valores absurdos que cobram. Deveriam honrar o juramento que fizeram quando se formaram, ou se esqueceram do que é ter honra e palavra??
 
rosangela da silva em 03/02/2012 01:27:40
Engraçado... Falar essas bobagens é facil, é como se médico tivesse que trabalhar por qualquer salario...cada um pede o salario que acha justo. Quero ver vc aí, comerciante, vendedor, cabelereiros e outros profissionais se vcs vendem seus produtos por preços ridiculos. E não adianta vir com essa que medicina é sacerdocio, pois medicos pagam as mesmas contas e os mesmos impostos que vcs !!!
 
Rodrigo faria em 03/02/2012 01:21:16
Gente isso é uma vergonha,que culpa as crianças tem?!?!?
Pense bem,vai começar a morrer criança por falta de profissional.
 
franciele griebel em 03/02/2012 01:20:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions