ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Proprietários alegam se tratar de área privada e estrada rural segue bloqueada

Moradores prejudicados com o bloqueio preveem prejuízos caso o acesso não seja liberado

Por Jhefferson Gamarra | 01/03/2021 16:07
Após o conserto, ponte que dá acesso a região do laranjal foi trancada por produtor rural (Foto: Divulgação)
Após o conserto, ponte que dá acesso a região do laranjal foi trancada por produtor rural (Foto: Divulgação)

Responsáveis por bloqueio de uma ponte no distrito de Anhanduí alegam que a área é privada, por isso fecharam o acesso. No fim de semana o Campo Grande News mostrou a indignação de donos de pequenas propriedades na região. Proibidos de entrar e sair, moradores de chácaras localizadas na região dizem que a medida acabou provocando um drama que já dura 7 dias. As estradas rurais que dão acesso ao local, conhecida como "Laranjal", foi bloqueada com cercas.

A única possibilidade de entrada e saída nas é por uma ponte sobre o rio Anhanduizinho, que recentemente foi danificada e exigiu reparos. Até então o acesso era livre, mas logo após arrumada, foi trancada aos demais moradores.

Um dos vizinhos abriu as porteiras de sua fazenda para que os moradores locais pudessem acessar suas propriedades, até que a ponte fosse consertada. Mas quando a obra terminou, também proibiu a passagem.

“O acesso em nossa fazenda foi provisório, arrumaram a ponte e colocaram cadeado, minha propriedade nunca foi caminho deles, era somente um quebra-galho enquanto arrumavam a ponte. Há uma semana fechei, conforme estava combinado”, confirma Selma Pereira, proprietária da fazenda Barreiro que colaborou com os moradores enquanto a ponte estava danificada.

O escritório responsável pela administração da fazenda Santa Ilda 2, que pertence ao deputado estadual Londres Machado, acusada de bloquear a ponte que dá acesso ao povoado informou que está agindo dentro da legalidade, que se trata de uma área particular e que a ponte bloqueada foi levantada com recursos próprios.

“A estrada que eles reivindicam é privada, inclusive, a ponte foi construída com recursos próprios, os mapas na prefeitura confirmam que a área é particular”, informou a a administradora.

Desesperados, os moradores da região do Laranjal preveem prejuízos caso o imbróglio não seja resolvido de forma imediata.

“Tem chacreiros aqui que não consegue trazer ração para seus animais, que já estão bem debilitados. Alguns me pediu para tratar dos bichos, mas também não tenho como por não ter ração suficiente”, lamenta João Lemes que há 7 anos mora na região.

Moradores registaram boletim de ocorrência e o caso está sendo investigado pela 4º DP de Campo Grande.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário