ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Protesto cobra ampliação em projeto de asfalto no Jardim Itatiaia

Licitação em andamento prevê pavimentação em 12 ruas, o que não contempla bairro inteiro

Por Ângela Kempfer e Kamilla Alcântara | 27/04/2024 11:03
Moradores com faixa em cruzamente da Avenida Três Barras.
Moradores com faixa em cruzamente da Avenida Três Barras.

Cerca de 30 pessoas aproveitaram a folga neste sábado para sair com faixas e mais uma vez reivindicar asfalto no Jardim Itatiaia. Cobrando a prefeitura de Campo Grande, os moradores reclamam de licitação aberta que contempla 12 ruas do bairro.

No semáforo da Avenida Três Barras com a Rua Conde de São Joaquim, o grupo aproveitou o fluxo de veículos para criticar as condições da região.

Antes de viver em Campo Grande, Leia Pinheiro, 54 anos, vivia em Amambai. Ela diz que chegou à Capital com vontade de investir, mas garante que se arrependeu de comprar duas propriedade no Jardim Itatiaia. “Aparenta ser abandonado. Há dois anos tento vender uma casa e não consigo. Ninguém quer um imóvel em um lugar onde se pede asfalto há 10 anos”, reclama.

Vivendo desde fim de 2022 no bairro, Vera Lúcia, de 68 anos, pensou que a presença de lojas e atacadistas por perto faria a diferença na hora da pavimentação. Como não veio, ela lembra que vizinhos resolveram adotar medidas por conta própria e instalaram paralelepípedos em um trecho de 30 metros, mas foram advertidos pela prefeitura. “Quando a gente tenta resolver a situação, tentam até multar”.

Em abril o Campo Grande News noticiou que após 6 anos sem asfalto, morador do Jardim Itatiaia, Jaci Lopes, de 35 anos, resolveu colocar, por conta própria, blocos sextavados na Rua dos Estudantes, em frente a sua casa, na Rua Conde de São Joaquim.

Rua qua virou motivo de briga com a prefeitura de Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)
Rua qua virou motivo de briga com a prefeitura de Campo Grande. (Foto: Paulo Francis)

Mas a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) alegou que a estrutura acabou provocando alagamentos na rua de baixo, a Conde de São Joaquim, comunicou a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) para notificar os responsáveis pela obra em via pública. realizada sem autorização.

Organizador do protesto na manhã deste sábado, o administrador Leonardo Junqueira, 36 anos, comenta que licitação está aberta pavimentar uma parte do bairro, onde, na opinião dele, "só vai ser beneficiada meia dúzia de pessoas".

O bairro foi dividido em três etapas, e os moradores não acreditam que o avanço será rápido. Acham que ficará na primeira fase, com "pouquíssimas ruas", diz Leonardo. "O que a gente quer, nosso objetivo, é asfaltar o bairro inteiro, não só um pouco, não só uma parte do bairro. Queremos que o asfalto saia para todos, e a gente espera que a prefeitura atenda o nosso pedido sim. Abre uma licitação onde inclui todo o bairro, toda a região".

A prefeitura de Campo Grande confirma que a Rua Conde de São Joaquim não será contemplada nessa etapa de pavimentação já em andamento, mas informa que o bairro receberá milhões em investimentos. No próximo dia 9 serão abertas as propostas das empresas interessadas em executar obras de drenagem e pavimentação de ruas no Jardim Itatiaia.

"O Aviso de Edital foi publicado no último dia 23. Serão investidos R$ 6,9 milhões nesta primeira etapa, que vai atender as ruas Assef Buainain, Aury Vasconcelos, Avelina Costa de Andrade, Ayd Saravy de Souza, Bráulio de Souza, Erci Cunha Martins, Jorge Luis Anchieta Curado, Manoel Olegário da Silva, Norberto Ribeiro de Souza, Santa Marina, Sebastião dos Santos e Ubaldino Saravy"

Nos siga no Google Notícias