A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Março de 2019

04/01/2019 08:24

Radares começam a multar e deixam motoristas com “pé no freio”

Nas Avenidas Manoel da Costa Lima e Gury Marques novos equipamentos deixam trânsito menos caótico onde antes alta velocidade imperava

Izabela Sanchez e Bruna Pasche
Na Avenida Manoel da Costa Lima condutor passa dentro do limite de velocidade permitido de 30 km/h (Foto: Henrique Kawaminami)Na Avenida Manoel da Costa Lima condutor passa dentro do limite de velocidade permitido de 30 km/h (Foto: Henrique Kawaminami)

Agora é pra valer e três radares instalados em Campo Grande começam a multar condutores em Campo Grande nesta sexta-feira (4). Nos locais onde os equipamentos funcionam, nas Avenidas Manoel da Costa Lima e Gury Marques, o medo da multa deixou motoristas com o “pé no freio”.

Na Avenida Manoel da Costa Lima o equipamento foi instalado nos dois sentidos da via, na altura do numeral 1.404, nos sentidos oeste-leste e leste-oeste. Por ali, o trânsito está calmo na manhã desta sexta.

Durante 10 minutos, três motoristas arriscaram passar um pouco acima do permitido, 33 km/h – o limite é de 30 -. Ainda assim, foram “perdoados” pela tolerância dos equipamentos, que permite que os veículos trafeguem em até 37 km/h.

Veículos trafegam pela Avenida Gury Marques em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)Veículos trafegam pela Avenida Gury Marques em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami)

Mortes no trânsito - Os radares de Campo Grande ficaram quase dois anos sem funcionar, desde que venceu o contrato com a empresa responsável pela instalação e manutenção dos equipamentos de fiscalização eletrônica.

Comandante da BPMtran (Batalhão de Polícia Militar de Trânsito), o Tenente-Coronel Franco Alan explica que a ausência dos radares está diretamente relacionada com o aumento de mortes no trânsito em Campo Grande. Em 2017 foram 70 mortes e em 2018 esse número aumentou para 84.

“A gravidade é relacionada diretamente ao excesso de velocidade, quanto mais alta a velocidade mais sério é o acidente. Apesar da redução do número de acidentes, eles foram mais graves, ocasionando 14 mortes a mais do que no ano anterior”, comentou.

Confira o vídeo dos condutores na Avenida Manoel da Costa Lima:



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions