ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Refis da Saúde arrecada R$ 53 milhões e renegociação vai até quarta-feira

Valor renegociado em dívidas tributárias e não tributárias dos contribuintes de Campo Grande será usado no combate à covid-19

Por Silvia Frias | 03/08/2020 07:47
No sábado, plantão presencial foi tranquilo na Central do IPTU (Foto: Kisie Ainoã)
No sábado, plantão presencial foi tranquilo na Central do IPTU (Foto: Kisie Ainoã)

De hoje até quarta-feira (5), contribuintes em Campo Grande ainda podem renegociar débitos tributários e não tributários no Refis da Saúde, que oferece até 100% de desconto de juros e multas. O programa, que foi prorrogado pela prefeitura, já negociou R$ 53,189 milhões em dívidas.

O "Refis 100% Saúde" abrange os débitos tributários ou não tributários vencidos e oferece desconto total de juros e multas no pagamento à vista. O valor arrecadado será destinado exclusivamente ao custeio das ações de combate ao novo coronavírus (covid-19).

O prazo do Refis havia sido prorrogado no início de julho e irá acabar no dia 5 de agosto. Segundo dados da Sefin (Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento), de 1º de junho até 3 de julho, quando acabaria o programa, foram negociados R$ 40.273.490,01, entre valores negociados à vista e parcelado.

A partir da prorrogação, de 6 a 31 de julho, foram mais R$ 12.916.415,91, totalizando R$ 53.189.905,92. A prefeitura ainda não divulgou quanto foi arrecadado no dia 1º de agosto, quando foi realizado plantão especial de fim de semana. Naquele dia, o atendimento foi tranquilo.

Na forma presencial, o Refis 100% Saúde foi instalado na Central do IPTU, que fica na Rua Arthur Jorge, 500, anexo à prefeitura, das 8 às 16 horas. O serviço também está sendo oferecido pela internet ou teleatendimento, pelo site refis.campogrande.ms.gov.br ou no 4042-1320.