A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

01/07/2019 12:59

Restaurantes têm almoço a R$ 10 e entrega exclusiva para servidores

Proprietários de estabelecimentos próximos ao Parque dos Poderes se ajustam para receber funcionários públicos

Jones Mário e Ronie Cruz
Restaurante na sede da AABB oferece prato feito a R$ 13 e self-service por R$ 18 (Foto: Marina Pacheco)Restaurante na sede da AABB oferece prato feito a R$ 13 e self-service por R$ 18 (Foto: Marina Pacheco)

Os restaurantes próximos ao Parque dos Poderes, em Campo Grande, esperam ver mesas mais cheias com a mudança na jornada de trabalho dos servidores estaduais a partir de hoje. O almoço nos arredores do local que concentra a maior parte das repartições do governo do Estado varia de R$ 10 até R$ 59.

Parte dos proprietários de restaurantes se mostra cautelosa, como Northon Capelari, que administra a unidade da churrascaria Gaúcho Gastão da Avenida Hiroshima. Ele ainda aguarda para saber quanto a demanda deve aumentar, mas já estendeu o horário de atendimento até às 14h30min e faz planos para ampliar o andar de cima para mais 30 lugares.

O servidor que for até o restaurante vai pagar R$ 47,90 no self-service ou R$ 58,90 no bufê por quilo, com dez tipos de carne no cardápio, 25 opções de salada e peixe assado todos os dias. Já o funcionário público que preferir o serviço de entrega pode optar pela marmita executiva, que custa R$ 18. O delivery é via bicicleta elétrica, com taxa de R$ 5, e exclusivo para a área do Parque dos Poderes.

Ivanilda Martins, arrendatária do restaurante localizado dentro da sede da AABB (Associação Atlética Banco do Brasil), aumentou o número de espetinhos na churrasqueira com a expectativa de aumento na procura. O prato feito no local custa R$ 13 e é o cliente quem serve o próprio almoço. Para comer à vontade, o self-service sai por R$ 18. O estabelecimento oferece marmitas de R$ 10 e de R$ 12, mas não há serviço de entrega.

Número de espetinhos na churrasqueira do restaurante da AABB aumentou para atender servidores (Foto: Marina Pacheco)Número de espetinhos na churrasqueira do restaurante da AABB aumentou para atender servidores (Foto: Marina Pacheco)

Na Rua Vitório Zeolla, o restaurante Explêndido oferece self-service a R$ 15 e marmita por R$ 10, também sem delivery. De acordo com a proprietária Vanusa Alves Santana, o forte do cardápio são as carnes, com churrasco, frango e linguiça.

O restaurante Colonial fica na mesma via e na expectativa da dona, Elitonia Poletti, é de aquecimento do comércio da região com a mudança no horário dos servidores. De segunda a quinta-feira, o self-service custa R$ 24 e o bufê por quilo sai por R$ 48. Às sextas e sábados os valores sobem para R$ 30 e R$ 52, respectivamente, com pizza no bufê. A entrega é apenas via aplicativo Uber Eats.

Dentro do Parque – Os servidores ainda podem recorrer aos restaurantes localizados dentro do Parque dos Poderes, como o do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). No local, o self-service custa R$ 30 e o bufê cobra R$ 40 o quilo. O restaurante da TVE oferece preço mais acessível, com prato feito a R$ 10.

Dentro do Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, o restaurante MF Gourmet Parque também serve prato feito a R$ 16. Já o buffet livre custa R$ 22 por pessoa e os marmitex variam de R$ 10 a R$ 15. Para entregar, o restaurante cobra R$ 2 de taxa.

A mudança na jornada de trabalho para 8 horas diárias (40 semanais) começou nesta segunda-feira. Antes, os 16 mil funcionários públicos afetados cumpriam expediente de 6 horas por dia (36 horas semanais). Segundo o governo estadual, outros 34 mil já cumpriam o expediente mais extenso.

Ainda de acordo com a administração do Estado, a maior parte dos órgãos públicos passa a funcionar das 7h30min às 17h30min, com interrupção no atendimento durante horário de almoço em alguns deles.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions