A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

08/11/2017 09:12

Retomada há pouco tempo, obra de asfalto no Aero Rancho para de novo

Empresa venceu licitação por R$ 1 milhão e começou obra em junho deste ano, com a expectativa de término em seis meses

Mayara Bueno
Rua no bairro Aero Rancho, em Campo Grande.(Foto: Marina Pacheco/Arquivo).Rua no bairro Aero Rancho, em Campo Grande.(Foto: Marina Pacheco/Arquivo).

O Governo de Mato Grosso do Sul paralisou a pavimentação da etapa G do bairro Aero Rancho, em Campo Grande. O aviso está no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (8) e informa suspensão da obra por quatro meses.

A etapa G abrange as ruas Universal, Taumaturgo, Carmen Miranda, entre a Avenida Graça Aranha e Rua Bongiovane, e trecho desta última via entre a Universal e Carmen Miranda e da Taumaturgo entre Bongiovane e a Canutama.

A empresa que venceu licitação para tocar a obra, conforme comunicação do governo em Diário Oficial de 23 de maio deste ano, é a Decimal Engenharia. Ela faria a execução das obras de infraestrutura urbana, pavimentação asfáltica e drenagem de águas no bairro, conforme traz o objeto do certame, por R$ 1.037.849,88.

Em junho, a informação era de que a intervenção duraria seis meses. No entanto, pouco depois do início da intervenção, a empresa paralisou as atividades afirmando que aguardava a liberação de recursos.

Em ato de protesto contra a situação, moradores do bairro chegaram a pintar de barro a placa que anuncia a obra. O Aero Rancho é o bairro mais populoso de Campo Grande com 40 mil moradores. e aguarda há anos a pavimentação das vias.

Suspensão - A interrupção das obras acontece depois de Águas Guariroba suspender obras da rede de esgoto, situação que começou há duas semanas. A concessionária afirmou na segunda-feira (8) que cumpria decisão do TCE (Tribunal de Contas Estadual) que contesta aditivos incorporados ao contrato de concessão.

Em nota, a concessionária admitiu que a paralisação do plano de universalização da rede de esgoto afetará obras de infraestrutura do governo estadual e prefeitura de Campo Grande financiadas com recurso federal.

Além do Aero Rancho, a decisão prejudica a pavimentação de ruas nos bairros Aero Rancho, Nova Lima e Vila Nasser, uma vez que a Caixa Econômica Federal requer existência prévia de rede coletora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions