A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/07/2011 12:02

Rivalidade entre gangues deixa adolescente de 16 anos ferido a tiros

Nadyenka Castro e Paula Maciulevicius

Pai soube do crime quando estava no trabalho

A rivalidade entre gangues de bairros vizinhos fez mais uma vítima na madrugada deste sábado, em Campo Grande. A histórica briga entre jovens moradores do Dom Antônio Barbosa e do Parque do Sol deixou ferido a tiros Allysson William Pinheiro Amorim.

O pai dele, Ailton Viana Amorim, 39 anos, estava trabalhando quando por volta das 9 horas foi avisado por um amigo da tentativa de homicídio. Este ainda lhe entregou os chinelos de Allyson.

Ailton diz que não sabe detalhes do crime que aconteceu por volta das 4 horas, na rua Ancelmo Selingarde, no Dom Antônio Barbosa, apenas que é resultado da rivalidade entre os bairros.

Segundo Ailton, este amigo contou que os dois dos autores dos três disparos que atingiram a cabeça do adolescente estavam em uma motocicleta e outros dois em uma bicicleta.

Ailton fala ainda que por volta da 1 hora o filho saiu de casa com a bicicleta do irmão dizendo que “ia ali” e já voltava e que o garoto havia ingerido bebida alcoólica.

Nova Lima- Douglas Braga da Silva, de 19 anos, foi atingido por um tiro na cabeça, por volta das 5 horas, quando estava em casa. A irmã dele, que não quis se identificar, diz que não sabe detalhes do crime, que a cunhada ligou para ela pedindo que fosse à Santa Casa, pois Douglas havia sido baleado.

Ela fala que não tem muito contato com o irmão e por isso não sabe detalhes da situação. A jovem conta que soube que são duas pessoas que atiraram em Douglas e que estas invadiram a casa onde ele dormia com a esposa, no Nova Lima, e fugiram em seguida.

Tanto Douglas quanto Allyson estão internados na Santa Casa.

Dois são baleados em periferia e levados em estado grave para Santa Casa
Uma das vítimas ainda não foi identificadaDois rapazes foram baleados na madrugada deste sábado em bairros da periferia na Capital. As vítimas foram...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


NÃO É NOVIDADE PARA NINGUÉM QUE A VIOLENCIA IMPERA EM NOSSA CIDADE, NÓS QUE SOMOS PESSOAS DE BEM, ESTAMOS ENTRE A FACA E A ESPADA, NÃO PODEMOS CIRCULAR DURANTE O PERÍODO NOTURNO ONDE A CRIMINALIDADE AUMENTA A CADA DIA, COMO SE ISSO NÃO FOSSE O SUFICIENTE, AINDA TEMOS QUE CONVIVER COM ÓRGÃOS PÚBLICOS MUNICIPAIS NOS CAÇANDO PELAS RUAS DA CAPITAL, COMO UM CONDUTOR PODE FICAR PARADO EM UM CRUZAMENTO ESPERANDO O SEMAFORO ABRIR, SE A EMINENCIA DE SER ASSALTADO OU DE TOMAR UM TIRO É MUITO GRANDE, CONTUDO SE PASSARMOS UM SINAL DE TRÂNSITO FECHADO, MESMO QUE SEJA DURANTE A MADRUGADA, AINDA SOMOS MULTADOS PELA AGETRAN, PERGUNTO ATÉ ONDE ISSO VAI CHEGAR E QUANDO PODEREMOS REALMENTE SER UM CIDADÃO PLENO. É SABIDO QUE AS INDUSTRIAS DAS MULTAS ESTÃO POR AI, O PODER PÚBLICO PRECISA URGENTEMENTE FAZER ALGUMA COISA EM NOSSA DEFESA, ACREDITO QUE ESTEJA FALTANDO UM POUQUINHO DE BOM SENSO PARA OS AGENTES DA PREFEITURA MUNICIPAL, QUE COM CERTEZA SE ACHAM OS DEUSES DO PEDAÇO E QUE PODEM SIM DECIDIR SOBRE NOSSAS VIDAS.
 
VAGNER L. SOUZA em 30/07/2011 12:46:02
Meu comentário em relação a esses grupos de delinquentes e de pouca educação familiar é assustador, a muitos e muitos anos atrás nossa capital teve um grande aumento de gangues rivais, bairro x bairro, doberman x doberman, sem formação educacional x sem formação educacional e muitas outras gangues. Nessa época houve várias denúncias e revoltas da população, pois o aumento de mortes era alarmante, mas a secretária de segurança pública fez uma grande trabalho em tirar das ruas os cabeças ou melhor chamar ( lideres de bobos), enfraqueceram e nunca mais ouvimos falar desses grupos. Hoje temos uma grande preocupação com o aumento de outros crimes como sequestro relâmpagos, assassinatos de primeiro e trigéssimo graú, roubos seguido de morte, infratores de trânsito, e agora gangues de delinquentes. Senhores e Órgãos responsáveis pela nossa segurança, a população esta com medo, precisamos de seus serviços, é obrigação deixar a população campo-grandense segura, pois temos que mostrar que o mal não predomina, e que as autoridades maior tem uma visão de deixar a ordem em primeiro lugar, e que os cidadões de bem esteja tranquila em relação a esse cancêr marginal.
 
Carlos Miranda em 30/07/2011 01:33:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions