A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Outubro de 2018

05/10/2018 08:51

Roubo de carro termina com perseguição policial, tiro e um baleado

Crime aconteceu na noite de ontem (4), na Vila Taquarussu, em Campo Grande. Os nomes dos envolvidos não foram informados

Viviane Oliveira e Bruna Pasche
Vítima registrou boletim de ocorrência nesta manhã (Foto: Henrique Kawaminami) Vítima registrou boletim de ocorrência nesta manhã (Foto: Henrique Kawaminami)

Assalto a motorista de aplicativo de 39 anos terminou com dois homens presos, de 23 e 24 anos, além de um adolescente apreendido. O rapaz mais velho tentou atirar contra a equipe policial e foi ferido com tiro no joelho. O caso aconteceu na noite de ontem (4), na Vila Taquarussu, em Campo Grande. Os nomes dos envolvidos não foram informados.

Conforme a Polícia Civil, o motorista foi acionado para levar dois passageiros de 23 e 15 anos do Lago do Amor para a Vila Jacy. Durante o trajeto, o homem mais velho pediu para o motorista desviar o caminho e parar em uma casa no Bairro Aero Rancho. No local, o jovem desceu, pegou alguma coisa e voltou para o carro.

Na sequência, sacou uma arma e anunciou o assalto. A vítima ainda tentou pegar a carteira e o celular antes de sair do Ford Ka que dirigia, mas foi ameaçado pelo assaltante que disse: “Se você pegar, vou te dar um tiro”. Assustado, o motorista, então, saiu correndo sentido Avenida Bandeirantes. O assaltante fugiu para outra direção levando o automóvel e foi até a casa no Bairro Aero Rancho buscar o terceiro integrante. 

A vítima pediu ajuda para uma pessoa que passava na via e a polícia foi acionada. Em rondas pela região, a polícia localizou o veículo no Bairro São Conrado com os três ocupantes e deu ordem de parada. Porém, o motorista não obedeceu e tentou fugir. Houve perseguição. Segundo a polícia, o rapaz mais velho sacou o revólver e tentou atirar contra a equipe que revidou. Ele foi atingido com tiro no joelho e socorrido à Santa Casa. O tiro atravessou o carro do motorista. A arma não foi encontrada.

Segundo o motorista roubado, que pediu para não ter o nome divulgado, em nenhum momento desconfiou dos autores. “A gente foi conversando. Não desconfiei quando pediram para mudar a rota. Não vou parar de trabalhar porque foi uma situação pontual”, conta. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratinga, mas será investigado pela Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos). 

Fato foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro (Foto: Henrique Kawaminami)Fato foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro (Foto: Henrique Kawaminami)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions