ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 13º

Capital

Santa Casa da Capital será hospital de apoio a Bolsonaro nesta quinta

Hospital estará preparado para atender presidente e sua equipe, que vem a MS para inaugurar condomínio

Por Adriel Mattos | 29/06/2022 11:46
Bolsonaro durante visita a Corumbá, em 2020. (Foto: Júlio Nascimento/PR)
Bolsonaro durante visita a Corumbá, em 2020. (Foto: Júlio Nascimento/PR)

A Santa Casa de Campo Grande foi escolhida como ponto de apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), durante a visita oficial prevista para quinta-feira (30). A unidade estará preparada para atender o chefe do Executivo federal e sua equipe caso seja necessário.

Bolsonaro vai participar da inauguração do Condomínio Residencial Jardim Canguru, no bairro de mesmo nome, a partir das 10h30. Em seguida, está prevista a participação do presidente em uma “motociata”, passeio de motocicleta organizado por apoiadores. A concentração será a partir das 10h30, nos altos da Avenida Afonso Pena.

A assessora da Presidência para a área da saúde, Marlene de Oliveira, visitou a Santa Casa na segunda-feira (27) e se reuniu com o diretor-presidente do hospital, Heitor Freire. Marlene ainda conheceu as instalações acompanhada de Freire.

“Infelizmente, não podemos nos esquecer do acontecimento em 2018, em que o presidente foi salvo por uma Santa Casa. E ser esse ponto de apoio para ele e sua comitiva é motivo de grande satisfação, por terem confiado em nossa equipe altamente técnica. Aqui, temos toda a estrutura indispensável para uma eventual necessidade, desde a mais simples, até a alta complexidade”, declarou o diretor-presidente, em referência ao atentado de setembro de 2018, quando Bolsonaro foi esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). O autor do crime, Adélio Bispo, está preso na Penitenciária Federal de Campo Grande.

Marlene disse que a escolha pela Santa Casa foi pela unidade ser referência na Capital. Como aqui é referência, principalmente em traumas, eu não podia deixar de vir e conhecer o fluxo. Mas a gente sempre tem uma perspectiva muito boa quando se trata de Santa Casa e aqui não será diferente. Sabemos do respeito dispensado pelo presidente a estas instituições”, destacou a assessora da presidência.

A visita técnica nas principais instalações da instituição foi comandada pelo superintendente da Gestão Médico-hospitalar, Luiz Alberto Kanamura, e pelo diretor de Estratégias e Negócios da Santa Casa, João Carlos Marchezan. Os setores percorridos pela assessora foram o pronto-socorro do SUS (Sistema Único de Saúde), pronto-socorro privado (Prontomed), UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e quarto. Marlene recebeu ainda informações ainda sobre o serviço de diagnóstico e banco de sangue.

Já na terça-feira (28), servidores do GSI/PR (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República) visitaram a Santa Casa, sendo recebidos pelo gerente de Apoio Administrativo, Sebastião Telles, e pelo coordenador da Segurança e Portaria, Fernando Paiva. O GSI é responsável por garantir a segurança do presidente e membros do alto escalão do governo federal.

Nos siga no Google Notícias