A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/02/2011 19:20

Seis são indiciados por sequestro de jovens na saída de boate

Danúbia Burema

Polícia procura outros três envolvidos no crime

Cativeiro das jovens foi uma casa no bairro Danúbio Azul. (Foto: João Garrigó)Cativeiro das jovens foi uma casa no bairro Danúbio Azul. (Foto: João Garrigó)

Duas mulheres foram presas e indiciadas hoje pela Defurv (Delegacia Especializa de Roubos e Furtos de Veículos) acusadas de envolvimento no sequestro de três jovens na saída da boate Valentino, na avenida Afonso Pena, em Campo Grande, na última quinta-feira (10).

Outros dois homens, cujos nomes ainda não foram divulgados, foram detidos ontem acusados de terem participado da ação.

Ao todo, seis pessoas já foram indiciadas pela Defurv por participação no crime. Eles irão responder por roubo, sequestro e formação de quadrilha. A Polícia procura ainda outros três envolvidos no sequestro.

Jéssica Pontes Vaz, de 21 anos, presa hoje no cativeiro no bairro Danúbio Azul, é apontada como uma das pessoas que estava na casa no dia em que as jovens foram mantidas reféns. Ela estava com a filha bebê no dia do crime e também hoje ao ser presa.

Após a prisão de Jéssica, a Polícia chegou a uma amiga dela identificada apenas como Mariele. Na casa dela foram encontrados pertences das vítimas.

Mariele alegou que foram levados pelo seu marido, com quem mora há apenas um mês. Identificado apenas como João Paulo, ele não foi encontrado no local.

Como estava com 30 gramas de cocaína, ela foi presa em flagrante por tráfico e também indiciada pelo sequestro.

Conforme o delegado responsável pelo caso, Cláudio Martins, as seis pessoas indiciadas têm envolvimento direto com o caso, pois cooperaram com o sequestro.

Dois dos autores já estão presos, um deles no mesmo dia do crime. Ao ser capturado, Anderson Manuel da Silva, de 30 anos, negou envolvimento, mas entrou em contradição em seu depoimento informando que um preso da Máxima o havia contratado para o sequestro. Segundo o delegado, esse preso também foi indiciado.

Após a prisão de Anderson, outras cinco pessoas já foram indicidas; quatro delas presas, o quinto é um detento da Máxima. (Foto: João Garrigó)Após a prisão de Anderson, outras cinco pessoas já foram indicidas; quatro delas presas, o quinto é um detento da Máxima. (Foto: João Garrigó)

Sequestro - Três jovens, de 17, 18 e 19 anos, estavam em uma festa de formatura à fantasia que acontecia na boate do bar Valentino, quando por volta das 2 horas decidiram ir embora e foram abordadas por três indivíduos armados.

Os ladrões obrigaram as vítimas a entrar na caminhonete S-10 pertencente à mãe de uma delas.

As garotas tinham levado a chave do carro da formanda, porque precisavam buscar objetos no veículo da amiga, que estranhou a demora das jovens e então acionou a polícia.

As vítimas permaneceram no cativeiro por 2h e foram libertadas às margens de uma rodovia próxima ao Parque dos Poderes, amarradas e amordaçadas.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...


Mas porque prenderam eles se não foi em flagrante também? O assaltante de onibus foi solto, soltem estes também, a lei não é a mesma para todos?
 
maximiliano nahas em 17/02/2011 09:29:48
Rapaz forte fisico atleta bom de trabalhar,,,, emprego nao falta ,,, falta coragem pra enfrentar a luta e viver com dignidade,,, JUstica tem por esses vagabundos atras da grade,, e a outra la de bebe novo que exemplo de mae vc sera?? pra que por filho mundo ??? pra ser cumplice de bandidos,,,,,
 
roseli cardoso em 17/02/2011 09:19:06
A CONSTRUÇÃO CIVIL TÁ TENDO QUE IMPORTAR DE OUTROS ESTADOS PROFISSIONAIS NA ÁREA DE PEDREIRO, ENCANADOR, SOLDADOR, SERVENTE, AZULEGISTA, ENFIM, NÓS NÃO TEMOS QUEM TRABALHE EM CONSTRUÇÃO, NÃO TEMOS MÃO DE OBRA, UM RAPAZ DESTE TERIA EMPREGO GARANTIDO EM VÁRIAS OBRAS QUE ACONTECEM PELA CIDADE, MAS NÃO, AO INVES DE TRABALHAR E SUAR PRA GANHAR O SEU SUSTENTO, VAGABUNDO PREFERE ROUBAR, MAS PELO VISTO AQUI EM CAMPO GRANDE NINGUEM QUER PEGAR NO PESADO, HAJA VISTO QUE SEGUNDA FEIRA NÃO TEM NENHUM RESTAURANTE ABERTO, O ATENDIMENTO NAS LOJAS É DE DAR DÓ, OS PROFISSIONAIS DAQUI SÃO TERRIVEIS, TUDO PELA ÓTIMA QUALIDADE DE VIDA QUE O CAMPOGRANDENSE TEM, NÃO SEI AONDE QUE ESTA QUALIDADE DE VIDA JUSTIFICA TRABALHAR MENOS, NÓS TEMOS QUE CRESCER CADA VEZ MAIS E TRABALHAR CADA VEZ MAIS, CHEGA DE MOLEZA, CHEGA DE CIESTA, CHEGA DE DUAS HORAS DE ALMOÇO, CHEGA DE BANCO ABRINDO 11 HORAS DA MANHÃ, VAMOS TRABALHAR, CRESCER, EVOLUIR. ANTES DE MAIS NADA QUERO DIZER QUE SOU CAMPOGRANDENSE, AMO ESTA CIDADE, SOU NASCIDO E CRIADO AQUI MAS EU NÃO QUERO IR PRA TRÁS E QUERO QUE MINHA CIDADE DO CORAÇÃO TAMBÉM NÃO REGRIDA. VAMOS TRABALHAR.
 
MAXIMILIANO NAHAS em 17/02/2011 04:25:28
veio pensa que esse negocio de sequestro seja uma empresa que tenta ter lucro, como todas as outras, faz um balanço desse sequestro. qual objetivo deles, ganhar dinheiro mas com o que roubando uma camionete, sequestrando pessoas mocinhas, no final do balanço eles estao falidos quebrados desmoralizados, acabaram provando que sao incopetentes e que fizeram isso sem alvejar nada de lucrativo, se era casado acabou com a propria familia , tudo errado. cambada de pobres, cavando um buraco cada vez maior para se enterrar, se tivesse tido a malandragem de acordar bem cedo fazer uma marmitinha e ir trabalhar na construçao civil, ganharia em torno e 1.500 por mes , teria mais lucro e liberdade.
 
luiz fernandes em 16/02/2011 08:18:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions