A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/12/2010 16:46

Sem arrependimento, preso por atirar em namorada diz que “tentaria de novo"

Marcio Breda
Arma usada no crime foi apreendida pela Polícia Civil. Foto: Marcio Breda Arma usada no crime foi apreendida pela Polícia Civil. Foto: Marcio Breda

Apresentado esta tarde (30) pela Polícia Civil como autor dos tiros que atingiram Ana Cláudia Rodrigues, de 19 anos no último dia 12 de dezembro, Alex de Souza Sorrilha, também de 19 anos, afirmou que se tiver a chance tentará matar novamente a ex-namorada.

Alex foi preso ontem, juntamente com Diego Barros Duarte em Rio Negro, município distante 144 quilômetros de Campo Grande, por policiais da 2ª Delegacia de Polícia da Capital.

Também foi detida Samantha Verón Barros, 28 anos, irmã de Ana Cláudia por parte de pai e que teria levado os dois em seu carro – um Pálio branco – até o local do crime, na Rua Marcos Perez, no bairro José Abrão.

“Peguei ela na cama com um cara que fica moscando lá no bairro (Los Angeles). Não to arrependido não. Deveria ter matado ela. Ela não vale nada. Se eu pudesse tentaria de novo” , garante Alex Sorrilha.

Segundo as investigações, Diego emprestou a arma a Alex. Assim que encontrou Ana Cláudia, descarregou o revólver calibre 38. Um tiro a atingiu na cabeça. Ela foi socorrida e levada em estado grave para a Santa Casa, onde permanece internada.

“Alex e Diego confessaram com detalhes o crime. As ameaças que ele faz são mais um motivo para permanecer preso. Serve para avaliarmos o grau de periculosidade dos envolvidos. Estaremos presentes e daremos toda assistência para evitar que esse crime se repita”, disse o delegado Fábio Anderson Sampaio, da 2ª DP.

De acordo com o delegado, todos os envolvidos no crime possuem passagens pela Polícia. Samantha, irmã de Ana Cláudia, cumpriu pena por tráfico. Alex esteve preso até o dia 3 de dezembro no Instituto Penal de Campo Grande onde respondia por tentativa de homicídio desde 2009. Diego possui passagens por crimes contra o patrimônio.

Alex conheceu Ana Cláudia quando estava preso. Sem mostrar arrependimento, garante que se tivesse consumado o crime, não estaria preso. “Não tinha testemunha. Se ela tivesse morrido, eu não estaria aqui. Estaria lá em Rio Negro, trabalhando. Eu gosto das coisas certas. Mas isso não dá pra aceitar”, argumenta.

Diego (esquerda) e Alex foram presos ontem. Alex, ex-namorado da vítima, diz que tentaria de novo se tivesse a chance. Diego (esquerda) e Alex foram presos ontem. Alex, ex-namorado da vítima, diz que tentaria de novo se tivesse a chance.
Polícia prende envolvidos em tentativa de homicídio no José Abrão
A Polícia Civil prendeu hoje três envolvidos na tentativa de assassinato de Ana Cláudia Rodrigues, de 19 anos, ocorrido no dia 12 deste mês, no bairr...
Jovem é atingida por três tiros e fica gravemente ferida
Motivo do crime não foi apontado até o momentoAna Cláudia Rodrigues, 19 anos, foi baleada e está internada em estado grave na Santa Casa de Campo Gr...
Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions