A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/01/2013 18:45

Servidores que tiveram corte no salário ameaçam fazer greve

Gabriel Neris e Viviane Oliveira
Servidores da Central de Atendimento ao Cidadão se reuniram em frente ao prédio hoje (Foto: João Garrigó)Servidores da Central de Atendimento ao Cidadão se reuniram em frente ao prédio hoje (Foto: João Garrigó)

Os servidores públicos da Central de Atendimento ao Cidadão ameaçam fazer nova greve após o corte do benefício no valor de R$ 306 pela Prefeitura de Campo Grande. A reunião na tarde desta sexta-feira (25) em frente ao CAC definiu que o dia 31 de janeiro será o prazo máximo para o prefeito Alcides Bernal (PP) entrar em acordo com os 50 funcionários. Eles ameaçam parar os trabalhos.

No dia 31 está marcada assembleial para deliberar sobre a possibilidade de greve. Os servidores avisam que o único acordo é Bernal pagar o valor recebido há quatro anos. O corte também atinge cerca de 400 funcionários do administrativo da Educação, que recebiam em média R$ 150.

A reunião contou com cerca de 15 pessoas em frente ao CAC. Marcos Tabosa, presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores e Funcionários Municipais de Campo Grande), diz que o motivo são as ameaças sofridas pela chefia. Ele afirma que dois funcionários que tentaram encabeçar a mobilização foram transferidos.

O sindicato pretende fazer denúncia no Ministério Público e na OIT (Organização Internacional do Trabalho). O segundo passo será entrar com ação judicial com danos morais, psicológicos e materiais.

“O prefeito tem que entender que nós não temos partidos. Somos sindicalistas”, afirmou o presidente do Sisem. “Isso tudo que está acontecendo é muito ruim para uma pessoa que está começando agora na administração”, ressaltou, em referência a início de mandato do prefeito da Capital.

Uma servidora de 27 anos conta que trabalha há seis anos como concursada administrativa. Com o benefício de R$ 306, o aluguel da casa onde mora estava garantido. Agora a preocupação é grande para manter o filho de dois anos. “Tem gente que vai receber R$ 30 de pagamento”, contou em relação aos servidores que fizeram empréstimos bancários.

O assistente administrativo Júlio Delachiave, de 31 anos, trabalha há três anos na Central ao Cidadão. Ele diz que passa dificuldade mesmo sem família e imagina a situação de quem tem filhos. “Nunca tivemos apoio da chefia. Em cima do salário líquido, esse valor dá 50%”.



Esta é a mudança que o campo grandense queria não era? quem mandou votar nesse cara! isso é so o começo pois esse cara entrou na disputa pela prefeitura achando que não ganharia por isso que ele nem proposta de governo tinha, agora eu pergunto para quem votou nele e agora está reclamando, e o bernal? o bernal ta mais perdido que cego em tiroteio, agora ele se agarrou na garupa da dengue e não fala em outra coisa pois nem sabe por onde começar, e o bernal? vai fud... a vida do povo e tudo culpa de quem votou nele...kkkkkkkk toma ai o povo que queria mudança está mudando mesmo essa promessa ele está cumprindo!!!!!!
 
Jackson Ortega em 26/01/2013 14:03:47
QUEM MANDOU VOTAR NO HOMEM.....
AGORA AGUENTA!!!!!
 
BEL SODRE em 26/01/2013 09:27:37
Vocês queriam o que? Bernal tá mais perdido que cego em tiroteio, bem feito para quem votou nele, agora chupem esta manga>Vocês ainda não viram nada, o Bernal ainda vai aprontar muitas coisa,aguardem galera.
 
paulo henrique em 25/01/2013 20:55:01
E o Bernal?
 
claudio barbosa em 25/01/2013 20:21:27
não votei nesse berne al e não voto em coisas incertas. Pergunto, será que ele (bern) tirará do vencimento dele tb ou será que ele (bernal) sobreviveria com essa miséria que ele paga ao funcionalismo municipal. Infelizmente, Campo grande tem o que escolheu...
 
ricardo pereira em 25/01/2013 20:19:10
Comprovaram que os funcionários estão sofrendo retaliações por lutarem por seus direitos. SISEM essas chefias estão abusando, tem que ficar atentos. Agora a conversa deles é a seguinte: ninguem é obrigado, mas contamos com a colaboração. Maneira mais sutil de fazer pressão e ameaça, não acham?
 
Cellia Silva em 25/01/2013 20:11:04
TEM MAIS É QUE PARAR MESMO, ESTE BERNAL TEM QUE SABER VALORIZAR AS PESSOAS.
 
ELY MONTEIROI em 25/01/2013 19:55:29
AGORA JÁ COMEÇOU AQUILO QUE A GENTE TEMIA, VAI SER GREVE , E MAIS GREVE ATÉ O BERNAL PEDIR PRA SAIR DA ADMINISTRAÇÃO... KKKK GOSTEI
 
ELY MONTEIRO em 25/01/2013 19:41:42
Acredito que não são somente estes 450 funcionários publicos que tiveram este beneficio cortado, apenas somente esses venceram o medo e resolveram falar, já que sabemos que funcionário que manifesta sua opnião contra sua chefia sofre retalhações e é visto como "encrenqueiro" e "barraqueiro".
Nosso Prefeito deveria conversar com os servidores, ou será que ele vai falar que é coisa do nelsinho, Giroto ou do nosso Governador André!!
Chegou a hora do Senhor Alcides Bernal mostrar que conhece o povo e suas necessidades, pois se fosse na época de radio e alguém ligasse falando sobre este assunto ele meteria o pau no prefeito....E agora Bernal??? A campanha acabou você ganhou...E agora Bernal??? Vai ficar 4 anos falando só da Dengue ???
 
Maria Luiza de Souza em 25/01/2013 19:27:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions