A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/08/2016 09:11

Setor empresarial se reúne com governo para cobrar prazos do Aquário

Aline dos Santos
Aquário do Pantanal é construído na avenida Afonso Pena. (Foto: Fernando Antunes)Aquário do Pantanal é construído na avenida Afonso Pena. (Foto: Fernando Antunes)

O setor empresarial busca resposta do governo do Estado sobre o andamento e conclusão das obras do Aquário do Pantanal, que é construído desde 2011 em Campo Grande. Na tarde desta terça-feira (dia 2), representantes do Cetur (Conselho Empresarial do Turismo e Hospitalidade), ligado a Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), participa de reunião com o secretário estadual de Meio Ambiente, Jaime Verruck.

“Nosso objetivo é saber do andamento das obras e ter um posicionamento do Governo do Estado sobre quando o empreendimento será entregue. Esta é uma importante obra para o desenvolvimento do turismo em nosso Estado e por isso estamos acompanhando de perto todo esse processo. A retomada da obra já foi um avanço, agora queremos vê-la pronta”, afirma o presidente do Cetur, Edison Araújo.

A reunião será às 14h30, na Semade (Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico). O governo nega que a obra, nos altos da avenida Afonso Pena, tenha voltado a ser paralisada. Mas a restrição orçamentária retarda o ritmo do empreendimento com gasto de R$ 230 milhões.

A Egelte Engenharia e o governo pedem ao TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que intermediou um acordo para retomada da construção, autorização para uso de verba extra na obra. O contrato inicial, datado de 2011, era de R$ 84 milhões e foi ajustado em 25% no ano passado, teto permitido pela Lei de Licitações. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions