A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/03/2011 17:20

Shows na Expogrande deverão terminar à meia-noite, prevê acordo

Jorge Almoas

Decisão foi tomada em audiência envolvendo poder público, promotores de evento e Acrissul

A realização de shows na Expogrande 2011 foi garantida após audiência realizada no dia 28 de fevereiro entre poder público, promotores de evento e Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), que organiza a feira agropecuária.

Pelo acordo, que deverá ser firmado na forma de TAC (Termo de Ajuste de Conduta), os shows deverão terminar até a meia-noite, com tolerância máxima de 30 minutos. Após a feira agropecuária, a Acrissul terá 30 dias para realizar as adequações exigidas pelo Ministério Público Estadual, de modo que o licenciamento ambiental seja concedido.

“Estamos felizes com o acordo. Cada um cedeu um pouco e chegamos a um consenso”, disse Pedro Paulo, um dos promotores dos shows que virão à Expogrande em 2011, como Luan Santana e Restart.

Para o presidente da Associação de Moradores do bairro Jockey Club, Waldemir Poppi, o acordo é um avanço.

“Queremos sossego, mas entendemos que a realização dos shows é um anseio da população. Os shows até a meia-noite vão garantir a diversão e nossa noite tranquila”, afirmou Poppi.

Em audiência no dia 28 de fevereiro, o TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Ministério Público, Acrissul, promotores de eventos, vereadores e o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, conseguiram chegar a um consenso sobre o impasse envolvendo os shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho.

Após audiência com os desembargadores Sidenir Soncini Pimentel, Vladimir Abreu da Silva e Luiz Tadeu Barbosa Silva, ficou decidido que o prefeito Nelson Trad Filho vetaria as alterações na chamada Lei do Silêncio.

Os vereadores decidiram que a Expogrande, Arraial de Santo Antônio, Aniversário de Campo Grande e o Carnaval poderiam acontecer no Laucídio Coelho sem limite de hora para término.

Depois de manterem o veto à Lei do Silêncio, o TAC seria assinado até a próxima semana. No entanto, na sessão desta quinta-feira, apenas quatro vereadores compareceram à Câmara. Pela falta de quórum, a manutenção do veto deve ser votada somente após o Carnaval.

Entre as adequações exigidas pelo Ministério Público está a instalação de rede de água e esgoto no parque de exposições, além de determinar o horário de término dos shows e o limite de decibéis (medida sonora) que deve ser respeitada na área residencial.

A Expogrande está programada para os dias 14 a 24 de abril.



Santa ignorância!!! O ministério público está fazendo seu trabalho e ainda é criticado!!!!??? A falta de informação é tão medonha que um comentário fala sobre a necessidade de se investigar de onde o ministério público tira tanto poder.......rsss...... ao que me consta tira da lei e da constituição...rsss.......mas é assim mesmo sempre tem político sabe-tudo jogando para a platéia.... É por isso que os Tiriricas da vida proliferam....rsss
 
Cristian Moraes em 15/03/2011 09:31:56
E a BAGUNÇA no entorno, quem irá regulamentar e fiscalizar? A PM que não será. Portanto, moradores e comerciantes estabelecidos preparem-se para o de sempre. Uso das suas calçadas e banheiros para todo tipo de vandalismo.
 
Ari Vargas Leal em 04/03/2011 12:44:42
Até que enfim, será que agora chegou o fim desta novela ridícula.
Parabéns e obrigada as pessoas de bom censo.
 
Silvana Delmondes em 04/03/2011 10:47:04
Isso ai não vai dar certo, geralmente os shows começam pra la de 2 horas da manha!
Agora vem fala que tem que terrmina meia noite, nunca!
Cada uma que a gente le por aqui!
 
Rodrigo Oliveira dos Santos em 04/03/2011 10:36:06
Olha Sr juizes e Desmbargadores vinculado ao MPE , falem serio voces , com tantas coisas pra se fazer ,perderem tempo , gastarem dinheiro, tomando tempo dos vereadores, que tem mais com que se preocupar.Tomando tempo do Srº Prefeito ,Pertubando a paz de quem investe em artes e cultura nesta cidade. Tomando espaço na midia, pertubando a população, com essa palhaçada, que voces mesmo sabem que estão causando , pra provarem que tem poder, e que isso não se repita mais nesta cidade, pois quem manda neste estado , e nesta cidade parece ser voces do MPE.Querendo por uns contra os outros não respeitando a tradição. Bem disse o Vereador Lidio. tem que se investigar de onde o MPE tira tanto poder.
 
Juarez Delmondes em 03/03/2011 10:30:40
KKKKKKkk eu sabia.
 
Juarez Delmondes em 03/03/2011 10:17:12
Será que ficou acordado, se ultrapassar o limite máximo do horário estipulado vai ter alguma multa,digo pena pecuniária por descumprimento ou algum tipo de sanção.
Sei que artistas costumam dar umas atrasadinha....ai pode vir as desculpinhas esfarrapadas....é culpa do artista....do tempo e por ai vai....
como diz o ditado....não tem ombro...vai até o pé....
Boa Sorte a todos...
Estaremos de prontidão até.....
Este assunto é polêmico, preocupante e lamentavél para quem mora aqui na região do parque de exposição.
 
Gilmar candido em 03/03/2011 07:13:53
Isso pra mim é Palhaçada!
Falta do que fazer!

Quantos pontos polêmicos e preocupantes que a nossa promotoria junto aos nossos governantes, poderiam trabalhar, e ficam preocupados com show em Expogrande e acabando com um dos únicos eventos de grande repercussão que acontecem anualmente em Campo Grande!


LAMENTÁVEL.
 
Israel Romanov em 03/03/2011 05:50:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions