A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/08/2013 20:46

Só parente pode identificar homem encontrado morto perto do lixão

Vinícius Squinelo e Viviane Oliveira

A identificação do homem encontrado morto na BR-262, próximo ao lixão de Campo Grande, só poderá ser realizado por parentes. Além disso, o Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) da Capital está com aparelho, que indica qual tipo de arma matou a vítima, quebrado.

O homem foi encontrado na noite de ontem (20), sem a cabeça, os braços e as pernas, e com o corpo queimado. O caso será investigado pela 5ª Delegacia de Polícia de Campo Grande.

O raio-x do Imol, por exemplo, está quebrado há meses, segundo uma fonte ouvida pelo Campo Grande News, que preferiu não se identificar. Sem o equipamento, não é possível saber que tipo de arma foi usada na morte do homem.

Como o corpo foi encontrado sem os braços, também não é possível realizar a identificação pelas impressões digitais. Segundo a mesma fonte, somente a chegada de um parente poderia facilitar a identificação da vítima.

O delegado plantonista João Reis esteve no local, e pediu a realização de trabalho de perícia onde foi encontrado o corpo. A polícia não tem informações sobre a identificação da vítima e nem a razão da morte. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do bairro Piratininga, como “morte a esclarecer”.



Meu Deus isso é uma Vergonha..."aparelhos quebrados"..que Capital é essa que não pode nem identificar um Corpo ou as causas da morte...e daí vai ficar por isso mesmo...isso é uma tristeza como cidadã.
 
ane Lauriete F. dos S. em 22/08/2013 08:03:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions