ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Sob condição de buscar tratamento, “homem-aranha” é libertado

Juiz decidiu abonar a dívida do rapaz desde que ele se comprometesse a procurar centro de recuperação

Por Ana Beatriz Rodrigues | 22/10/2021 16:12
Edson foi fotografado enquanto estava escalando poste para furtar os fios. (Foto: Divulgação/GCM)
Edson foi fotografado enquanto estava escalando poste para furtar os fios. (Foto: Divulgação/GCM)

Edson das Neves da Silva, de 20 anos, ficou conhecido ontem (21) como “Homem-Aranha”, após ser fotografado enquanto escalava um poste de iluminação pública para furtar a fiação em plena luz do dia em frente ao Shopping Norte-Sul Plaza, na Avenida Ernesto Geisel, região da Vila Nhanhá.

Preso, ele revelou à polícia que furtava os fios para revender e comprar drogas, umas vez que é usuário desde os 10 anos de idade. Por conta do vício, Edson vive rua há cerca de três meses e contou também que é pai de um menino, que não vê há tempos por não ter mais contato com a ex-esposa.

Sem escolaridade e profissão, Edson passou a furtar para conseguir sustentar a dependência química, sendo esta a primeira vez que é preso. De acordo com a polícia, o rapaz contou que decidiu furtar a fiação enquanto "andava pelas ruas sem destino".

Ao ver o material solto, escalou o poste e colocou as mãos para verificar se estava energizados. Como não levou choque, decidiu arrancar os fios, sendo preso por guardas civis logo depois em um terreno baldio.

Fiança permutada – Para que Edson fosse solto foi arbitrada uma fiança no valor de um salário mínimo (R$ 1.100,00). Percebendo que o preso não teria condição alguma de fazer o pagamento,m o juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida, decidiu abonar a "dívida", desde que ele se comprometesse a procurar regularmente o Caps-AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) e iniciar um tratamento de recuperação.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário