ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 33º

Capital

STF rejeita pedido para transferir autor de atentado contra Bolsonaro

Adélio Bispo vai permanecer na penitenciária federal de Campo Grande

Por Aline dos Santos | 04/08/2021 12:03
Jair Bolsonaro foi esfaqueado durante campanha em 2018. (Foto: Reprodução/Redes sociais)
Jair Bolsonaro foi esfaqueado durante campanha em 2018. (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Autor do atentado contra Jair Bolsonaro, Adélio Bispo vai permanecer na penitenciária federal de Campo Grande, onde está desde oito de setembro de 2018. A decisão, por unanimidade, é da Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal).

Há três anos, no centro de Juiz de Fora (Minas Gerais), Adélio desferiu facada contra o então candidato a presidente durante campanha eleitoral. O autor do atentado foi considerado inimputável, ou seja, incapaz de responder por seus atos.

Em fevereiro de 2020, o ministro Nunes Marques negou pedido de transferência para o hospital de custódia e tratamento psiquiátrico ou outro estabelecimento localizado em Minas Gerais. Agora, em sessão virtual, a decisão foi mantida pela Segunda Turma do Supremo.

Adélio Bispo foi considerado inimputável, ou seja, incapaz de responder por seus atos.
Adélio Bispo foi considerado inimputável, ou seja, incapaz de responder por seus atos.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário