A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

03/04/2015 19:22

Suposta agressão motiva denúncias de ações violentas da Guarda Municipal

Ricardo Campos Jr. e Mariana Rodrigues
Capacete de rapaz que teria sido agredido por guardas (Foto: Marcos Ermínio)Capacete de rapaz que teria sido agredido por guardas (Foto: Marcos Ermínio)
Foto enviada pela Guarda mostra viatura danificada (Foto: Guarda Municipal / divulgação)Foto enviada pela Guarda mostra viatura danificada (Foto: Guarda Municipal / divulgação)

Depois de suposta agressão praticada por guardas municipais durante abordagem em Campo Grande, surgem novas denúncias de ações violentas e abuso de poder. Moradores do bairro Vida Nova, região norte, afirmam que dois rapazes foram agredidos por agentes da corporação nesta quinta-feira (2) enquanto passavam de moto pela rua Jacimaria de Azevedo Moro.

A dupla, segundo os vizinhos, havia saído de uma comemoração, onde haviam bebido. Um homem que não quis ter sequer a idade divulgada afirmou ao Campo Grande News que viu eles descerem do veículo com as mãos para cima, atendendo às ordens dos guardas, que ainda assim apanharam.

Segundo a testemunha, foi utilizada arma de choque para imobilizá-los. Sem alternativa, diante da violência, eles tentaram correr para uma loja de conveniências na rua Pacaju, mas foram seguidos e imobilizados.

Várias pessoas, ainda conforme o morador, imploravam para que os agentes parassem de agredir os rapazes, tendo em vista que eles não ofereciam resistência. “Uma mulher do bairro foi tentar conversar com eles e também teve a arma de choque apontada para ela”, relata.

A mãe de um dos detidos, que também pediu para ter a identidade preservada, relatou que estava no trabalho quando recebeu uma ligação informando que o filho tinha sido preso.

“Ele é trabalhador, tem residência fixa e a mulher dele está grávida de um mês. Ainda não conseguimos vê-lo na delegacia, estamos primeiro tentando tirá-lo de lá com ajuda de um advogado”, disse emocionada.

Recorrente – Uma mulher de 57 anos entrou em contato com a reportagem depois de ler a matéria sobre a suposta agressão a um rapaz para contar um caso que presenciou na semana passada, mas que só agora torna público.

Ela estava passeando com a irmã pelas imediações da rodoviária antiga quando viu uma viatura da guarda parar no meio da rua e dois agentes descerem para agredir um morador de rua que estava sentado no meio-fio.

A testemunha não sabe se a pessoa estava envolvida em algum tipo de crime, mas garante que a força usada no tratamento foi extremamente exagerada. “Eu acho que eles estão agindo de forma bastante agressiva

Suficiente e necessária – A assessoria da Guarda Municipal informou ao Campo Grande News que a ocorrência no bairro Vida Nova ocorreu depois que os suspeitos atiraram pedras contra a viatura e xingaram os agentes. Um deles tem passagem por porte de drogas e o outro por dirigir sem habilitação.

A corporação apura todas as denúncias de abuso de autoridade ou abordagem indevida por meio de uma corregedoria, que abre procedimento interno que pode até resultar na punição dos envolvidos.

Com relação ao caso da semana passada, a assessoria informou que não houve qualquer denúncia sobre ele que motivasse abertura de investigação interna e que desconhece as informações passadas pela testemunha.



Esses Guardas municipais são mesmo extremamente violentos com a população e agora estão tendo problemas com a PM e com a Policia Civil!! Eles se acham 'autoridades' e querem exibir seu 'poder de comando'! Pior q em breve estarão armados e perigosos!!
 
Antenor em 03/04/2015 20:28:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions