A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

14/12/2017 17:59

Suspeito de matar ex-presidente da OAB-MS nega crime, mas segue preso

Corpo do advogado foi encontrado dentro de uma caminhonete na margem da BR-419

Geisy Garnes
Corpo de ex-presidente da OAB de Aquidauana sendo retirado de camionete carbonizada (Foto: Luiz Guido Júnior/O Pantaneiro)Corpo de ex-presidente da OAB de Aquidauana sendo retirado de camionete carbonizada (Foto: Luiz Guido Júnior/O Pantaneiro)

O sobrinho do ex-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Aquidauana, Severino Alves de Moura, encontrado carbonizado dentro de uma caminhonete às margens da rodovia BR-419, negou e depois permaneceu calado ao ser questionado sobre ter matado o tio na noite desta quarta-feira (13) em Anastácio - a 135 quilômetros de Campo Grande.

Willias Alves de Moura, de 31 anos, foi preso no início da tarde desta quinta-feira (14). De acordo com sites locais, o suspeito foi localizado por volta das 12 horas, e com ele os policiais encontraram um galão de combustível.

A gasolina estava na carroceria da caminhonete do suspeito, uma Toyota Hilux. Mansour Elias Karmouche, presidente da OAB, acompanha as investigações e espera informações sobre o depoimento do suspeito para entender o que de fato aconteceu.

“O trabalho da polícia foi ágil e em menos de 10 horas o suspeito foi preso”, frisa Mansour. Os investigadores já obtiveram alguns detalhes sobre o caso, além de identificar testemunhas, que devem ser divulgados em breve.

O caso - Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas por volta das 22h20 de ontem (13) e, quando chegaram ao local encontraram uma caminhonete tomada pelas chamas. O veículo ficou completamente destruído pela chamas e o corpo do advogado foi encontrada carbonizado.

Familiares de Moura estiveram no Imol (Instituto Médico Odontológico Legal) e reconheceram o corpo. Eles relataram que Severiano estaria se dirigindo para sua fazenda nas proximidades, onde era acostumado a passar à noite. O veículo foi encontrado às margens da rodovia, a 14 quilômetros do trevo de Anastácio.

*matéria atualizada para correção de informações

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions