A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/09/2012 09:42

Homem se entrega à Polícia e atribui a ameaças assassinato no Los Angeles

Francisco Júnior e Paula Maciulevicius
Wilson chega na delegacia acompanhado do advogado. (Foto: Rodrigo Pazinato)Wilson chega na delegacia acompanhado do advogado. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Wilson da Silva Pereira, 21 anos, autor dos disparos que mataram Cleiton Dias Ramos, 27 anos, na noite da última segunda-feira (3), se apresentou na 5ª Delegacia de Policia na manhã de hoje (5). Ele estava acompanhado do advogado Marcos Ivan Silva.

Conforme o advogado, seu cliente estava sofrendo ameaças por parte da vítima há vários dias e que Wilson foi até a casa de Cleiton para os dois conversaram e evitar um “mal maior”. “ Ele não tinha envolvimento com a ex-mulher do Cleiton. Ele foi convidado para ir até lá conversar. Os dois se conheciam, já haviam trabalhado em um obra”, conta Marcos Ivan.

Ao chegar na delegacia, Wilson disse que foi agredido primeiro pela vítima. “ Ele me agrediu. Me acertou com um soco no rosto. Eu cai no chão”, relatou. Ele disse ainda que comprou a arma que usou para matar a vítima, um revólver calibre 32, porque estava sendo ameaçado.

O revólver foi entrega na delegacia. Wilson presta depoimento nesta manhã.

O crime ocorreu por volta das 22h20, na rua Dom Fernandes Sardinha. Cleiton chegou a ser atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Polícia Militar acredita que morte de homem no Los Angeles seja crime passional
Policiais militares da Força Tática do 10° Batalhão localizaram uma testemunha que pode ter envolvimento na morte de Cleiton Dias Ramos, 27 anos, qu...
Após ser atingido por tiro, homem morre em Campo Grande
Um homem morreu na noite desta segunda-feira (3) em Campo Grande após ser disparo de arma de fogo no Jardim Uirapuru, região do Los Angeles.O crime o...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...


nosso pais caminha para caos social, o cara mata o o outro depois se apresenta na delegacia com a maior cara de pau junto com um advogado e diz que foi agredido pelo morto , mas já estava com a arma na cintura, muito inocente esse cara de pau, e om pior que a justiça acredita nas mentiras dele, morto não pode se defender, e ai fica tudo certo, mais um assassino asolta no brasil é brincadeira.
 
sirlei de souza em 05/09/2012 10:57:11
MATOU E VAI FICAR SOLTO
 
JOSE HIGUAIN em 05/09/2012 10:03:05
quem não garante que foi por legitima defesa afinal esse cara que foi morto tinha acabado de ser julgado por assassinato ele pegou 2 anos e 8 meses de condena se ele fez isso 1 vez quem não garante que ele faria outra vez??? quem sabe, nos não somos ninguém para tar julgando os outros afinal nos não sabemos da verdadeira historia né
 
lekinha dos santos em 05/09/2012 09:29:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions