ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Morto pela polícia era especialista em roubar aposentados na saída de banco

Suspeito era investigado por vários crimes no entorno de banco, que fica na Avenida Gury Marques

Por Dayene Paz e Geniffer Valeriano | 25/06/2024 12:10
Arma apreendida com suspeito após troca de tiros. (Foto: Henrique Kawaminami)
Arma apreendida com suspeito após troca de tiros. (Foto: Henrique Kawaminami)

Com extensa ficha criminal, Sérgio Alves dos Santos, de 51 anos, era investigado por cometer diversos roubos contra clientes que sacavam benefícios na Caixa Econômica Federal, que fica em frente ao Terminal Rodoviário de Campo Grande, localizado na Avenida Gury Marques. Ele foi morto ao reagir a abordagem da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), na manhã desta terça-feira (25).

O delegado Edgar Punsky conversou com a imprensa logo depois de os trabalhos periciais encerrarem no local de confronto. Ele explicou que ocorrências de roubos e furtos no entorno do banco estavam aumentando, principalmente em datas de pagamento, como o quinto dia útil. Em grande parte, idosos eram vítimas e os suspeitos agiam com violência, armados com faca e até revólver.

Até o momento, segundo o delegado, foram 10 boletins de ocorrência feitos em 20 dias, mas o número pode ser bem maior, tendo em vista que muitas vítimas não procuram as delegacias para registrar os crimes. Então, há cerca de 10 dias, a Derf investigava os casos.

Delegado Edgar, enquanto conversava com a imprensa. (Foto: Henrique Kawaminami)
Delegado Edgar, enquanto conversava com a imprensa. (Foto: Henrique Kawaminami)

Hoje, a polícia recebeu a informação de que um dos suspeitos estaria em um barraco, à beira de um córrego, no Bairro Universitário, que fica a poucos metros do terminal rodoviário. "Foi verbalizado para que abrisse a porta, mas não quiseram abrir. Ele [Sérgio] não foi solicito com a equipe, os policiais então precisaram arrombar a porta e foram recebidos com disparos de arma de fogo", explica Punsky.

Os policiais revidaram e acertaram Sérgio, que morreu no local. O delegado afirmou que ele era conhecido como "Louco" ou "Véio", foragido do sistema prisional, com passagens por roubo, disparo de arma de fogo, tentativa de homicídio, tráfico de drogas. Também já foi preso em flagrante várias vezes.

Punsky explicou que existem outros suspeitos de praticar crimes na região, e que, na maioria das vezes, agem sozinhos e são usuários de drogas. No barraco onde Sérgio estava a polícia apreendeu uma televisão, ventiladores, quatro facas artesanais e um revólver calibre 38.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias