ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Presos suspeitos de sequestro e assassinato de universitários

Por Marta Ferreira, Nyelder Rodrigues, Mariana Lopes e Viviane Oliveira | 31/08/2012 20:57
Dayane Aguirre Clarindo, de 24 anos, chega à Delegacia, presa por envolvimento no assassinato de estudantes. (Foto: Pedro Peralta)
Dayane Aguirre Clarindo, de 24 anos, chega à Delegacia, presa por envolvimento no assassinato de estudantes. (Foto: Pedro Peralta)

Estão presos dois suspeitos de envolvimento no sequestro e assassinato dos estudantes Breno Luigi Silvestrini de Araújo, 18 anos, e Leonardo Batista Fernandes, 19 anos. Os corpos dos dois jovens foram encontrados hoje, em Campo Grande, depois de mais de 17 horas de procura.

Com a prisão dos dois suspeitos, a Polícia considera o crime elucidado. Também está presa, desde a manhã de hoje, Dayane Aguirre Clarindo, 24 anos, mulher de um dos bandidos. Os nomes dos presos não foram divulgados.

Um dos homens suspeitos pelo crime foi preso em Aquidauana, e o outro em Corumbá. Os bandidos estavam sendo procurados no Pantanal e chegaram a ser vistos tentando fugir. A Polícia usou até um programa de rádio transmitido para as fazendas da região para dar as características dos bandidos. Os dois presos devem ser trazidos para Campo Grande.

O homem preso em Aquidauana é apontado como envolvido em outro crime, o latrocínio do piloto da TAM Marco Antonio Leão Ramos, ocorrido em Anastácio, no começo do mês. Por conta disto, ele está sendo levado para a Delegacia de Anastácio, onde vai prestar depoimento e será em seguida conduzido para Campo Grande.

O Campo Grande News apurou que eles confessaram a participação no sequestro e no assassinato dos estudantes. A elucidação do crime começou com a prisão de Dayane. Com ela, estava o celular de um dos jovens assassinados.

Ela foi presa pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) na BR-262, em Miranda e trazida para a Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos), responsável pelo caso.

O crime - Os dois estudantes foram sequestrados depois de terem saído do Bar 21, na noite dessa quinta-feira. Após as famílias não conseguirem contato com ambos, a Polícia foi acionada.

Os dois estavam em uma Pajero. O veículo foi encontrado abandonado em Corumbá pelo DOF (Departamento de Operações da Fronteira). Os ocupantes fugiram quando viram a fiscalização.

Os corpos dos estudantes foram encontrados na entrada de uma galeria de água pluvial, no anel viário entre as saídas de Aquidauana e Rochedo, em Campo Grande, no começo da tarde.

Cada um deles tinha um tiro na cabeça e lesões nos joelhos e nas mãos. A jovem presa levou a Polícia até o local.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário