A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

20/08/2011 13:15

Sustentabilidade e economia: moradores recebem casas com aquecimento solar na Capital

Paula Maciulevicius

Conjunto se torna o primeiro a trazer sistema de energia solar

Sistema vai usar a luz solar como forma de energia, moradores já planejam o que fazer com o dinheiro da economia. (Foto: Pedro Peralta)Sistema vai usar a luz solar como forma de energia, moradores já planejam o que fazer com o dinheiro da economia. (Foto: Pedro Peralta)

Aquecimento solar e economia na energia conta de energia elétrica, essa é a novidade para os proprietários das casas da primeira etapa do conjunto habitacional Ronaldo Tenuta, no Portal Caiobá, em Campo Grande.

Na inauguração do conjunto, as famílias pegaram o contrato e vão ter a chave em mãos ainda no final do mês.

A sustentabilidade chegou até os programas sociais do governo e com as placas de captação da energia solar, o conjunto se torna o primeiro de grande porte a ter todas as casas com aquecimento solar.

O sistema promete diminuir as contas de energia, principalmente no que se refere ao uso do chuveiro, um dos vilões do gasto.

Com o contrato em mãos e sabendo que terá a chave no final do mês, a família de Emerson Espíndola já vê com a economia da energia que pode sobrar um dinheiro para arrumar a casa.

“Por conta dessa economia que vai ter já fizemos orçamento de algumas coisas de acabamento para dentro da casa mesmo, piso nos quartos”, conta a esposa Elizandra Elichesse, de 26 anos.

As filhas do casal, duas meninas gêmeas brincavam pelo conjunto, falam o tamanho da ansiedade em ver a nova casa. “A gente estava vindo e não parava quieta, era a vontade de ver, acho que é uma casa de esquina, tomara que seja”, conta Mabillyn, de 8 anos.

A família diz estar emocionada e que esperou a casa por três anos.

Para família que mora em assentamento, casa sustentável veio em boa hora. (Foto: Pedro Peralta)Para família que mora em assentamento, casa sustentável veio em boa hora. (Foto: Pedro Peralta)

O novo sistema, de aquecimento solar, passou a ser obrigatório para todas as construções da segunda edição do programa “Minha Casa, Minha Vida”, explica o secretário de habitação Carlos Marun.

“Não era obrigatório ainda para este conjunto, mas havia a oportunidade então optamos por fazer”, ressalta.

A onda verde de sustentabilidade vai usar da natureza o bem maior, a luz do sol e em troca energia sem gasto.

A auxiliar de limpeza Claudineia da Silva, de 22 anos, é moradora do assentamento Nossa Senhora Aparecida e diz que não vê a hora de mudar. “A situação lá onde eu moro está precária mesmo, esgoto descendo no quintal”, relata. “Isso de vir com aquecimento eu nunca tinha visto, mas é muito bom”, completa.

Na casa nova vão morar ela, o marido e o pequeno Gustavo, de 7 anos. “Aleluia agora a casa vai ser quente”, brinca.

Ao ser questionado sobre o que era aquele aparelho em cima do telhado, o menino já responde, “é para esquentar o banho”.

Puccinelli, Trad e Marun entregam 430 moradias no Portal Caiobá neste sábado
O governador André Puccinelli (PMDB), o prefeito Nelsinho Trad e o secretário Estado de Habitação e das Cidades, Carlos Marun, fazem nesta manhã a en...
Ladrão invade igreja para furtar e acaba imobilizado e preso por fiéis
Por volta das 4h desta terça-feira (14), Wagner Ferreira da Silva, 39 anos, invadiu a igreja Comunidade Cristã Aliançados para furtar e acabou preso ...
Pintor vai a júri por esfaquear homem que se negou ver foto em celular
O pintor Edivaldo Ajala dos Santos, de 31 anos, vai a júri nesta terça-feira (14) pela tentativa de homicídio contra Ruy Carlos de Souza. O crime aco...


eles vão vender tudo...anote ai
 
wilian silva em 20/08/2011 06:04:53
Parabéns aos mentores do programa,com certeza é um grande passo para a economia de energia eletrica e o meio ambiente agradece. Mas sera que a enersul vai gostar da ideia?
 
Nilson André dos Santos em 20/08/2011 04:53:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions