A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/07/2012 18:45

Tabeliã é condenada a 6 anos por falsificação de documentos

Nicholas Vasconcelos

Joana D'arc de Paula Almeida foi considerada culpada pela falsificação de 16 duplicatas

Joana D'arc foi condenada pela falsificação de duplicatas. (Foto: João Garrigó)Joana D'arc foi condenada pela falsificação de duplicatas. (Foto: João Garrigó)

A tabeliã Joana D’arc de Paula Almeida foi condenada pela 2ª Vara Criminal de Campo Grande a seis anos e seis meses de prisão em regime semi-aberto e pagamento de multa pelos crimes de falsificação e ocultação de documentos públicos. Joana D’arc, Rodrigo do Amaral Gameiro e Wilson Cassio Moraes foram considerados culpados pela falsificação de 16 duplicatas no Cartório do 1° Ofício de Protesto de Títulos.

De acordo com o TJMS(Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), os acusados foram denunciados na mesma ação pelo cometimento dos crimes a partir de 2002 em Campo Grande na negociação de compra e venda de pneus entre as empresas R.A. Gameiro-ME e a Via Brasil Transportadora Ltda-EPP.

A R.A. Gameiro-ME emitiu as duplicatas falsas em nome de outra empresa do mesmo grupo, a R.A. Gameiro & Cia, que nunca existiu. A empresa que emitiu as duplicatas protestou os documentos não pagos e R.A. Gameiro ajuizou o pedido de falência contra a Via Brasil Transportadora Ltda - EPP.

De acordo com o processo, os acusados Rodrigo Amaral Gameiro, João Carlos Gameiro, e Wilson Cassio Moraes teriam com a ajuda de Joana D’arc adulterado as duplicatas, fazendo que constasse nelas a empresa R.A. Gameiro - ME como credora. Com a medida, a empresa pode propor novamente ação de falência contra a transportadora.

Rodrigo foi condenado a pagamento de multa equivalente a 10 salários mínimos para entidade assistencial e o pagamento de 80 dias-multas. Wilson também foi condenado ao pagamento em dinheiro de quatro salários mínimos e também a prestação de 80 dias-multa.

Em 2011, Joana D'arc chegou a perder a titularidade do cartório após ser condenada por evasão fiscal de US$ 619 mil pela Justiça Federal. Ela recuperou a posse após nova decisão do TJMS por meio de liminar.



EU DUVIDO QUE ELA JOANA D'ARC FEZ ISSO ELA É UMA PESSOA INTEGRA!!
 
rony rodrigues em 17/07/2012 02:00:45
Que país é esse? Cadeia e perca do cartório.
 
guilherme cruz santos em 16/07/2012 09:44:55
quem conhece a dona joana darck, sabe que ela nao e pessoa de fazer esse tipo de coisa. ela e muito caxias. tem algo errado nessa historia.
 
luiz fernandes em 16/07/2012 09:29:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions