ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Terminais de ônibus reabrem aos domingos e linhas passam de 12 a 46

Redução ocorreu no início da pandemia e para incentivar o isolamento social

Por Tainá Jara | 20/08/2020 16:18
Passageiros aguardam transporte no Terminal Morenão, durante a pandemia (Foto: Kisie Ainoã/Arquivo)
Passageiros aguardam transporte no Terminal Morenão, durante a pandemia (Foto: Kisie Ainoã/Arquivo)

Os terminais de ônibus voltam a funcionar a partir deste domingo, em Campo Grande, e as linhas para atendimento serão ampliadas de 12 para 46. Conforme informativo divulgado pelo Consórcio Guaicurus, linhas provisórias serão canceladas e os nove terminais serão reabertos com novas linhas convencionais em circulação.

Regime diferenciado foi adotado no transporte coletivo para situação de pandemia, priorizando o atendimento apenas para os profissionais dos serviços essências aos domingos, reduzindo assim o número de pessoas em circulação nas ruas e também o número de veículos.

Com a flexibilização das medidas de segurança, há 60 dias o transporte foi reaberto para o público geral ao domingos, porém, o número de linhas continuava limitado. Agora, o número de veículos nas ruas no domingo passará de 33 para 46.

As medidas foram adotadas a fim de incentivar o isolamento social e conter a disseminação do novo coronavírus.  Epicentro da doença em Mato Grosso do Sul, a Capital registra 17,1 mil casos confirmados e 260 óbitos.

De acordo com o consórcio, voltam a funcionar também aos domingos, os terminais Moreninhas, Guaicurus, Morenão, Aero Rancho, Bandeirantes, General Osório, Nova Bahia, Hercules Maymone e Júlio de Castilho.

Também estarão em circulação linhas que ligam bairro ao Centro: 224-3, atendendo o trajeto das linhas 225 e 226; 223-2, em substituição da linha 227; e 401-2, José Abraão.

Com o início dos novos atendimentos, as linhas 050 A/050 B e as linhas provisórias 129, 130, 232, 240, 327, 328, 413, 420, 523 e 525 serão suspensas aos domingos.

O consórcio não confirmou se a mudança implica aumento da frota em circulação e nem se o transporte volta a atender toda população. Confira as alterações:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário