A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/02/2014 16:44

Terrenos tomado pelo mato crescem e causam insegurança em bairro nobre

Moradores do Carandá Bosque temem aumento da violência na região

Filipe Prado
Vários terrenos baldios espalhados pelo bairro deixam os moradores inseguros (Foto: Cleber Gellio)Vários terrenos baldios espalhados pelo bairro deixam os moradores inseguros (Foto: Cleber Gellio)

Após uma casa ser furtada duas vezes em menos de 15 dias, moradores do Bairro Carandá Bosque denunciam o aumento da violência na região. Mesmo sendo um bairro nobre, eles relataram que não há policiamento e que a presença de muitos matagais aumenta a insegurança.

Carlos Roberto Freire Nogueira, 40 anos, disse que muitas casas já foram invadidas no bairro. “Entraram em muitas casa aqui, isso nos traz muita insegurança, um receio”, contou. Ele relatou que a polícia já prendeu uma quadrilha que agia na região, mas ainda sente medo.

Na rua Torquato de Camilo há muito terrenos baldios, com matagal alto, que, segundo os moradores, podem esconder os bandidos. “As pessoas podem se esconder nestes terrenos. Eu sinto muito medo disso, todos os vizinhos sentem”, afirmou uma aposentada de 70 anos, que não quis se identificar com medo da situação.

Na tarde do dia 19 deste mês, duas residências foram furtadas na região, de acordo com o proprietário de uma das casas, que também não se identificou, vários pertences foram levados da sua casa. Ele suspeita que os bandidos tenham se escondido no matagal que fica em frente a sua casa, que provavelmente pertence a prefeitura.

“Aqui no bairro está difícil. Moro há 10 anos aqui e dificilmente vejo a polícia passar por aqui. Temos que ter cerca ou alarme para dar uma ajudada”, contou Carlos.

Por conta disso, os moradores precisaram contratar um segurança particular para ajudar no policiamento do local. “Nós pagamos R$ 40 por família para uma pessoa, para podermos ter mais segurança”, disse o representante comercial Edgar Rodrigues, 48.

Todas as casas do bairro possuem cerca elétrica e câmeras de segurança, mas os moradores ainda sentem inseguros no bairro. “Nós é que temos que investir na nossa própria segurança, mas pelo visto isso não tem adiantando. Pagamos o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) mais caro da cidade, então merecemos mais segurança por parte da prefeitura”, comentou o proprietário da casa que foi furtada na semana passada.

Nem mesmos o cachorros conseguem afastar os bandidos (Foto: Cleber Gellio)Nem mesmos o cachorros conseguem afastar os bandidos (Foto: Cleber Gellio)
Todas as casas são equipadas com cerca elétricas e câmeras de segurança, além de um segurança contratado (Foto: Cleber Gellio)Todas as casas são equipadas com cerca elétricas e câmeras de segurança, além de um segurança contratado (Foto: Cleber Gellio)
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions